Beltrano - Edição 639

Depois que a Zona foi Azul a coisa ficou preta
 
Extra! Extra!! A dona Noca do seu Abelardo, moradora do Caminho Novo, liga todo santo dia para o Moacir Conrad na Rádio São Francisco! Ela é fã do Moacir até debaixo d’água, tanto que é o único locutor que ela escuta! Anda surda que é uma porca, a coitada! Boa prosa do Moacir das 8h30 às 10h, dona Noca mostra como está vendo o mundo de hoje, e o que quer ver no Brasil do futuro, apesar das cataratas! Pra ela, a gente está no fim! Dia desses disse pro Moacir: “Eu perdi as esperança nesse Brasil, meu filho, estava fazendo planos no banheiro, mas dei descarga e foi tudo por água abaixo!” Rá, rá, rá, rá...
 
É que dona Noca não se conforma em viver num país em que a cerveja é mais cara do que a multa por não votar! “Também votar pra que, né, Moacir?!”, emenda ela, e continua feito uma vitrola: “Depois que inventaram a tal da urna eletrônica, vivo me perguntando: quando é que vão inventar um político honesto pra gente votar? Eu morro da melhor idade e ninguém inventa!”
 
Para dona Noca, os políticos de hoje vivem dando indiretas e indireta pra ela é como Testemunha de Jeová: pode até bater na porta de sua casa, mas ela finge que não tá vendo!! O pior é que pra político pregar mentiras, ela abre!! E não é só ela não!! Rá, rá, rá, rá...
 
Dia desses deu uma de “mãe Diná” e afirmou no programa do Moacir que o Brasil vai trazer a Copa do Mundo. O Moacir perguntou por que e ela respondeu: “Porque o Papa pode ser argentino, mas Jesus é Brasileiro”!
 
Foi dona Noca que disse pro Moacir e o Moacir me falou em segredo, que o Marcelo Prim ainda está se ambientando na Câmara, depois de ter feito estágio por mais de 20 anos tomando cafezinho! Ele disse pra dona Noca que já está sentindo a dor do parto, pois vai ter que partir daqui a um mês e dar a cadeira pra outro suplente!
 
Já Rodrigo Quintino disse pra ela, depois que assumiu a Secretaria do Capacão: “Não intica, não intica minha bucica, enquanto a gente não criar um centro de zoonose!” Foi ela que falou também que a velhice anda se manifestando no vereador Pitanta. A primeira manifestação é a sua falta de memória, a outra... putz... ele já nem se lembra mais!! Rá, rá, rá, rá...
 
Mas veja essa que eu vi! Um vesgo amigo meu estava andando no loteamento Pagani, quando foi atravessar a avenida na frente da Prefa e trombou com o vereador Neném do Bertilo, que ia cego da vida pra pedir a cabeça do Marcelo - não o Prim, não, o Marcelo da Secretaria da Saúde.
 
O vesgo então encarou o Neném e disse:
 
- Você não olha por onde anda?
 
E o Neném, sem tirar o Marcelo da Saúde, da cabeça:
 
- E você, que não anda por onde olha?
 
Isso é pra você ver como são as coisas entre cegos, vesgos e fofoqueiros! Rá, rá, rá, rá...
 
Mas não é só o Neném que reclama do Marcelo e nem é só a dona Noca que reclama da vida. O Jorge da dona Biloca vive reclamando do trânsito. Ele diz que o trânsito no Centro de Palhoça tá tão caótico, mas tão caótico, que dia desses chamou um taxista e ele chamou um Uber! Só pra ver o cara do Uber ficar parado e se ferrar! Ééééééééé... Só tá de bem com o trânsito de Palhoça quem fica na esquina, com o carro ligado e no ar condicionado!! Tu já viu, né?! A gente sofre, mas goza!!
 
Piorou depois que acabaram com a Zona Azul e a coisa ficou preta! O transporte coletivo, por exemplo, está tão deprimente, mas tão deprimente, que tem ônibus da Jotur se jogando da ponte! A dona Valdézia do Passa Vinte chegou para um motorista da Jotur e, chorando, falou: 
 
- A que ponto nós chegamos, hein?! 
 
Mas o que mais preocupa a população de Palhoça é a violência! Minha Santa Piriquita da Cova Funda!! Alguém pode responder a pergunta do Genivaldo do Furadinho, que descobriu que o papa-móvel do Papa é blindado? 
 
- Se Deus não consegue proteger nem o Papa, o que que vai ser da vida da gente?! - perguntou ele. 
 
É verdade, a violência aumentou muito. Não faz muito tempo, quando se falava em crime no Brasil, a gente se preocupava com o que o PC Faria. Hoje nos preocupamos com o que o PCC fará! Se bem que na Prefeitura, a Carol Faria, se soubesse como, daria a dica pro Quint e pro Monteiro!! Rá, rá, rá, rá...
 
Hoje, em Palhoça, é normal ler este tipo de notícia na Coluna do Margarida: “Ladrão tenta assaltar lutador do UFC, leva um golpe e cai no primeiro assalto!”
 
Na Coluna do Cabeção não é diferente. Ele noticiou, dia desses: “Policial morre após tentar prender a respiração!!”
 
A violência é tamanha que até os estabelecimentos comerciais que ficam abertos 24 horas precisam ter portas! 
 
Tenho dito: tudo isso acontecendo porque existe muita futilidade no mundo. É propaganda enganosa da vida pra todos os lados. Exemplo: no shampoo, sempre vem escrito que ele deixa o seu cabelo cheio de vida, mas todos nós sabemos que o que deixa o cabelo cheio de vida é piolho!
 
Para se ter uma ideia de como anda o mundo, dia desses fui num supermercado e vi pela primeira vez uma mocinha fazendo demonstração de papel higiênico! É constrangedor o ser humano chegar a esse ponto: você passa, ela abaixa suas calças, passa o papel na sua bunda e ainda pergunta: “Sentiu a maciez, senhor?!”
 
Sei dizer que é froyda, a mulher do Froyd, e saiba você que nem ele explica!! 
 
 
Momento poético do Beltrano 
 
É com muita “admirância”
Que Palhoça roda a saia
Depois de tanto bole-bole
Caímos na Saramandaia.
 
Com mares de águas mansas
Esquisitices e muita onda
Prafrentemente a Prefeitura
Vai ser a Dona Redonda.
 
Aqui acontecem mixiricâncias
E as ingratitudes nos consomem
Nesta cidade esquisita
Têm garanhão e lobisomem.
 
Termino essa mixiricância desaforenta
De tantas ingratitudes desmioladas
Prometendo voltar na semana que vem
Com outras espionices treschapadas.
 
Coisa linda, né?! Adoro poesia, adoro!!


Publicado em 17/05/2018 - por Beltrano

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg