Beltrano - Edição 690

 
Pasquim da vida pública, mas que parece uma privada
 
 
A política de Palhoça
Virou atração na internet
Se transformou numa comédia 
Quem não chora se diverte.
 
Ver os “bagrinhos” brigando
Um no outro malhando o pau
É uma verdadeira comédia
Melhor que o Zorra Total.
 
Falta ainda um ano e meio
Mas já começaram as peleias
Um posta que fez aquilo
O outro faz cara feia.
 
Se dizendo consternados
Para tirar o outro da jogada
Os pretendentes fazem amarras
Para prosseguir com as cagadas.
 
Tem quem anda caladinho
Mas no circo bota fogo
Não quer que o eleitor descubra
Que também é demagogo.
 
Para vencer a próxima eleição
Tem quem vai entrar de sola
Tem gente fazendo média
E bancando a Coca-Cola.
 
O Ivon quer dar o troco
Pra isso volta às alturas
Até já falou para o Joni
Que não vai fazer diabrura.
 
O coronel Joni, ultimamente
Na internet me imita
Está querendo me desbancar
Pra assumir a Boca Maldita.
 
O PSL está sonhando alto
Mas seu sonho é muito caro
Vai ter que rezar pelo Moisés
E de quebra pro Bolsonaro.
 
As fichas do Ivon estão acabando
E precisa levar em banho-maria
Vai apostar todas as fichas
No deputado Júlio Garcia.
 
O Jean Negão é pré-candidato
Pra isso, vai promover balada
Aposta sua candidatura
Na Câmara e na feijoada.
 
O Pitanta vai, mais uma vez
Diz que ainda não ficou chato
Quer bater mais um recorde
Ser vereador mais um mandato.
 
O Luciano quer ser candidato
Mas precisa abrir uma janela
Ganhar o apoio do prefeito
Para subir nessa tabela.
 
O Eduardo Freccia está no páreo
Pra ninguém é mais mistério
Até porque está na Prefeitura
Desde a época do Ronério.
 
Também quer o Alberto Prim
Entrar de cara nessa peleja
Anda procurando um vice rico
Pra montar uma dupla sertaneja.
 
Sonhar não é proibido
Chega de pegação de pé
Eu defendo a candidatura
De meu amigo Josué.
 
O PMDB tem o Amaro
Que pode morrer na praia
Está se engraçando de novo
O nosso amigo Jiraya.
 
Não se pode esquecer da Dirce
Que em Palhoça tem terreno
Mesmo depois que perdeu a vaga
Para o deputado Nazareno.
 
O PT anda esquecido
Vai pedir voto por telefone
Não vai contar na próxima eleição
Nem com a Ana e o megafone.
 
O Rosiney Horácio é teimoso
Espera que a eleição o consagre
Como é muito religioso
Espera do Camilo o milagre.
 
O Fabinho também tá no páreo
Não quer dar uma de Ivon
Se conseguir o apoio do Camilo
Pra ele será muito bom.
 
O Neném do Bertilo está quieto
Não entra nessa guerra de gravata
Ainda não sabe o que é melhor:
Ser candidato ou tirar leite de vaca.
 
Qualquer um pode ser candidato
Basta ser cara legal
Possuir algum dinheiro
E comprar cabo eleitoral.
 
No partido do prefeito
Tem pré-candidato de sobra
Pelo número de pretendentes
Terá cobra comendo cobra.
 
Na eleição de 2020
Com toda essa nominata
Vai ter gente baixando hospital
Ou procurando psiquiatra.
 
O Toninho anda sonhando
E diz que é um sonho lindo
Mas para continuar esse sonho
Precisa continuar dormindo.
 
Desconfio que o Camilo
Vai dar uma de matreiro
O candidato que apoiar
Terá que possuir dinheiro.
 
A missão é impossível
Para escolher seu preferido
Pois a maioria dos pretendentes
Não passa de uns “fudidos”.
 
Fora desta parafernália
Tem gente querendo entrar
É o caso de outros partidos
Que na Prefa querem mandar.


Publicado em 23/05/2019 - por Beltrano

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif