Boca Maldita - 638

Palhoça como ela era

Ponto de Táxi da Praça Sete de Setembro em 2004.

 

 

Pelo amor de Deus

O vereador Neném do Bertilo pediu “pelo amor de Deus” para que o secretário de Habitação de Palhoça, Toninho Pagani, faça um rápido recadastramento para contemplar as famílias que estão na fila de espera do Projeto Minha Casa, Minha Vida. Segundo Neném, só no Residencial Alexandre Coelho, recém entregue na Guarda do Cubatão, há cerca de 100 desistências. “Isso significa unidades fechadas, enquanto centenas e centenas de famílias sofrem por não terem onde morar”, protestou o vereador na tribuna da Câmara.

 

 

Escolas em pandarecos

Palhoça foi manchete na TV Globo, em seu noticiário nacional (Jornal Hoje), sobre o descaso com a educação fundamental no município. A matéria fazia um comparativo com outros países e entre as escolas públicas e tratava do pouco investimento do governo de Santa Catarina na educação básica. Eles abriram a matéria com imagens de escolas do município, entre elas a EB Prof.ª Claudete Maria Hoffmann Domingos, na Ponte do Imaruim, e a Escola Benonívio João Martins, no Brejaru, que estão com problemas há anos, sem que nenhuma providência seja tomada. 

Os problemas são os mais variados: teto caindo, banheiros sem água, vasos sanitários quebrados, falta de banheiros, falta de iluminação, falta de extintor de incêndio, estrutura de madeira podre, pisos soltos nas salas de aula e muito cupim... enfim, em pandarecos. 

Para garantir as reformas dessas escolas, o Ministério Público de Santa Catarina pediu o bloqueio de quase R$ 3 milhões do estado para que as reformas sejam feitas. Já o governo do estado, como sempre, afirmou que R$ 16 milhões foram investidos na estrutura das escolas de Palhoça nos últimos anos e que está providenciando licitações para concluir as reformas necessárias, sem dar prazos de quando isso deve ocorrer. 

Para se ter uma ideia da falta de vergonha na cara da Secretaria Estadual de Educação, uma das escolas teve sua reforma iniciada há cinco anos e até hoje continua jogada às traças, sem falar na escola construída no loteamento Terra Nova, no Bela Vista, que está pronta, mas ainda não recebeu alunos por falta de móveis. Como diria Boris Casoy, que não é da Globo: “Isso é uma vergonha!”

 

Esqueceram de mim II: o filme queimado

A equipe da Prefeitura esteve semana passada executando serviços de limpeza, pintura de meio-fio e remendos no asfalto e esqueceu de arrumar uma boca de lobo na esquina do Pontal. A boca de lobo, na verdade, é uma cratera que põe em risco pedestres, ciclistas e até birituns. Várias solicitações já foram feitas. Por que cargas d’água remendaram o asfalto ao redor e não viram a “cratera de lobo”, eu não sei!

 

Rodízio

A Câmara de Vereadores vem promovendo rodízio de suplentes. De uns meses para cá, vários assumiram no lugar dos titulares, como o suplente Vilson Souza, Pastor Natércio, entre outros. Essa semana voltou o vereador André Xavier, que operou a coluna, e mais dois suplentes assumiram: Laurita dos Santos (PSB) e Marcelo Prim (PP).

 

O que Dizem e Eu Não Afirmo...

QUE a previsão é que a UPA do Sul do município seja inaugurada até dezembro. Só não se sabe de qual ano! Mesmo porque, depois do prédio ficar pronto, a Prefeitura precisa arrumar dinheiro para equipar. Basta lembrar da UPA do bairro Bela Vista!

QUE a Prefeitura não possui convênio com o Asilo do Caminho Novo. Os convênios são feitos só com centros comunitários porque oferecem creches infantis, que são de responsabilidade da Prefeitura. Ah tá, entendi!

QUE o vereador Luciano Pereira se propõe a compor uma comissão de vereadores para visitar o que restou das instalações inacabadas da UPA do Sul, mas só se o prefeito Camilo e a secretária de Saúde Ana Paula forem junto.

QUE faz um ano que a empresa vencedora da licitação da UPA do Sul abandonou a obra! E agora, doutor?! A resposta não vai ser dada por nenhum médico, e sim, pelos vereadores, que prometem dar o diagnóstico e exigir o devido tratamento da Prefeitura para aquele paciente, que se encontra em estado terminal!

QUE desde janeiro não tem aparecido médico no posto de saúde do bairro Pachecos. Será que o Pachecos vai voltar à época das “garrafadas”?!



Publicado em 10/05/2018 - por Joao Jose da Silva

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.