Boca Maldita - Edição 697

A Boca Maldita é sua

Karla Daivison: "Gostaria de deixar aqui uma crítica e um alerta: em menos de dois anos, quatro acidentes graves aconteceram na rua Thomaz Domingos da Silveira, em frente às torres da Eletrosul. Dois deles destruíram o portão e o muro de uma casa. Já foi comunicado à Prefeitura e nada foi feito até agora. Precisamos de lombada urgente para evitar mais acidentes e coisas piores.

A curva que tem nesse local é muito perigosa e é claro que também tem os imprudentes que não aliviam na hora de fazer a curva. Por isso, pedimos lombadas urgentemente nesse local".

Com a palavra, o setor de trânsito e a Secretaria de Serviços Públicos de Palhoça. 

 

 

Baixo índice

A Câmara de Vereadores de Palhoça foi notícia nos meios de comunicação do estado, depois que o Observatório Social divulgou estudo sobre o primeiro semestre de 2018, quando, segundo os dados, 99,45% das matérias analisadas e votadas pela Câmara não eram assuntos que impactassem nem 30% da população palhocense. 

 

Obras paradas

A Prefeitura tem se virado nos trinta para manter seu cronograma de obras, principalmente as pavimentações de ruas. É porque o que não falta em Palhoça é empresa fajuta ganhando licitação que depois não consegue honrar! Poder-se-ia dizer que são empresas que têm o olho maior do que a barriga! Isso quando não ganham a licitação e na semana seguinte já estão pedindo suplementação, né?!

 


Pakão x Jean Negão: o embate do ano

Na sessão de segunda-feira (8), depois que o vereador Jean Negão pediu para o vereador Joel Pakão liberar um projeto de sua autoria, que estava em seu poder num pedido de vistas, o clima frio da noite palhocense esquentou de repente e quase pegou fogo. Pakão assumiu a tribuna e descascou o sarrafo em Jean, chamando-o de “(...) sem palavra, sem moral, velhaco, sem vergonha (...)”, acusando-o ainda de ter invadido seu gabinete para tirar satisfação, através de dois de seus assessores. Disse, ainda, que estranhava o pedido, já que Jean, tempos atrás, manteve em seu poder um projeto seu por três meses. No final, Jean tentou argumentar, mas o presidente da Câmara, de certo, para dar fim à pendenga, encerrou a sessão, dando um tapa na mesa.

Na terça-feira (9), Jean entrou com uma representação por possível quebra de decoro parlamentar, por calúnia e difamação, através de requerimento, pedindo à mesa diretora da Câmara a instauração de processo disciplinar, para apurar a prática de conduta atentatória do parlamentar, pedindo ainda o afastamento e a cassação do vereador.

Isso que eu digo que é uma briga boa, pois certamente terá outros desdobramentos, já que estamos apenas no primeiro round!

 

O que Dizem e Eu Não Afirmo...
QUE o projeto de lei que abre as praças do município para serem exploradas comercialmente, através de concorrência, divide os vereadores na Câmara. Alguns vereadores temem que essas praças possam virar uma bagunça maior do que já é!
QUE um projeto de lei do vereador Nelsinho Martins pretende dificultar a vida daqueles machões palhocenses que vivem “dando lambada em suas mulheres”. O projeto proíbe a contratação, por parte do Executivo e do Legislativo, para os cargos de confiança. Será que tem machões contratados?!?!
QUE o secretário Edson Ghizoni deixou a Secretaria de Serviços Públicos (Obras). Pediu pra sair e vai trilhar novos caminhos!
QUE para assumir a Secretaria de Serviços Públicos foi convidado o vereador André Xavier, mas segundo fiquei sabendo, Xavier teria dito que assumiu o compromisso com seu eleitorado de ser vereador pelos quatro anos. O que é louvável! Agora basta saber qual é o outro vereador que vai assumir!
QUE vem sendo cogitado o nome do empresário Chico da Sinasc para prefeito de Palhoça em 2020. Certamente é um bom nome!
QUE o Sérgio Guimarães será a pedra no sapato do coronel Ivon de Souza no PSL. Será?!



Publicado em 11/07/2019 - por Joao Jose da Silva

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif