Boca Maldita - Edição 706

Coisa do fim do mundo

As notícias do incêndio de grandes proporções no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, ocorrido nesta terça-feira (10), provocou uma agitação curiosa nas redes sociais. O paranormal Valter Silva Ferreira, que adotou a nome Valter Arauto, previu, há três anos, que Palhoça seria destruída pela natureza. “A quem interessar possa / Tal notícia do futuro / Intempéries da natureza / Destruirão Palhoça”, profetizou o vidente em rede social no dia 12 de novembro de 2016. Após as notícias do incêndio, muitos seguidores (a página do vidente no Facebook tem mais de 5 mil curtidas e ele estima que tenha 20 mil seguidores) associaram a notícia atual àquela previsão de 2016.
Mas Valter, que mora em Birigui (SP), avisa: o pior ainda está por vir. Segundo o vidente, uma microexplosão e uma chuva de granizo se abaterão sobre Palhoça junto com uma grande onda de calor motivada por uma erupção solar. Em sua visão do trágico evento, Valter Arauto vê queda de árvores e postes, casas e vidraças destruídas e três mortes. Isso deve acontecer, no máximo, até 2021.
O vidente afirma ter, no currículo, previsões acertadas como a ausência de Neymar nas finais da Copa do Mundo de 2014 e a tragédia na boate Kiss, em Santa Maria (RS). 
Pelo sim e pelo não, melhor ficar ligado: se ouvir um barulhão, ixtepô, que não seja a Saibrita ou a Vogelsanger explodindo pedra ou a maconheirada avisando que chegou a erva do capeta, evite passar perto de árvores e postes e fique longe das vidraças! Vai que...


O relógio não bate

O Sitrampa argumenta que, pelo que parece, está faltando entendimento entre a equipe de governo do município com isso, mais uma vez, quem sofre é a população. O sindicato fala da ampliação do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, que passaria a ser das 7h às 19h, sem interrupções. Mas, a decisão depende agora apenas do secretário da Saúde, Rosiney Horácio. 
Segundo consta, o prefeito já autorizou e publicou o decreto regulamentando a carga horária dos servidores efetivos, só falta o secretário entender que é necessário cumprir a legislação aprovada por unanimidade na Câmara de Vereadores.
De acordo com o Sitrampa, até o momento, aproximadamente 160 servidores da Saúde e outros 50 servidores da Educação continuam exercendo, sem explicação plausível, carga horária diferente da regulamentada. Muitos profissionais exercem o mesmo cargo, mas cumprem jornadas de trabalho diferentes.


Pra inglês ver

 Outros dois projetos de lei que tramitam na Câmara que podem até ser aprovados, mas que nunca vão sair do papel são: 1) de autoria do vereador Nelsinho Martins, pleiteia a ida até a residência de pessoas idosas, com deficiência física, estado terminal ou com obesidade, para a coleta do material para exames de saúde. 2) de autoria do vereador Jean Negão, institui a preferência nos assentos do transporte coletivo do município aos idosos. Sem dúvida, dois ótimos projetos de lei. Mas acho que nem um nem outro vai sair do papel. Primeiro porque um depende da vontade política do poder público e o outro é uma questão de educação, coisa que cada dia fica mais difícil de se ver por aqui.


O que Dizem e Eu Não Afirmo...
QUE Palhoça pode ganhar um hospital... e o que é melhor: com atendimento também pelo SUS. O anúncio seria feito pelo prefeito Camilo Martins em breve!
QUE todos os anos, nesta época, o Parque da Serra do Tabuleiro pega fogo. Coincidência ou ato criminoso? O fato devia ser investigado, pois, por pouco, não tivemos vítimas fatais.
QUE o vereador Jean Negão confirma sua pré-candidatura a prefeito pelo Patriotas. Pode até ser, pois essa pré-candidatura não depende do prefeito, como tantos outros nomes já ventilados. Também quem continua firme com esse propósito é o vereador Luciano Pereira (partido ainda indefinido) e o coronel Ivon de Souza, pelo PSL.



Publicado em 12/09/2019 - por Joao Jose da Silva

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif