Palavra Palhocense - Cartao-rosa

Cartão Rosa - Edição 624

A palhocense Grasy Hilleshien, provando que Palhoça tem belas mulheres

 

 

Parabéns

Há 42 anos, América e Caxias se fundiam para criar um dos maiores clubes de futebol de Santa Catarina. Ali nascia o Joinville Esporte Clube. Um time de futebol que deu mais alegrias do que tristezas aos seus milhares de torcedores. Na segunda-feira (29), estive na bela Arena Joinville para comandar um amistoso entre as equipes máster do JEC x Figueirense. Foi uma linda festa, onde pude matar as saudades de grandes amigos. Placar do jogo ficou no 1 a 1.

 

100% de aproveitamento

Bastaram quatro rodadas para que o torcedor do Figueirense voltasse a criar confiança no time que vem disputando este Catarinão. Ainda não é um time definido pelo treinador Milton Cruz. A verdade é que o Alvinegro vem desenvolvendo um bom futebol e por conta disso é credenciado como um dos favoritos ao título catarinense da temporada.

 

Empate no clássico

O empate em 3 a 3 entre Avaí e Figueirense na tarde de domingo (28) na Ressacada, fez reviver a rivalidade existente entre os dois clubes que mais torcidas tem em Santa Catarina. O Avaí, por jogar em casa e impulsionado por seus torcedores, se jogou pra cima em busca do gol e esbarrou na forte marcação do time alvinegro. Se o jogo não foi um primor, mas foi uma partida de muita disputa. Por três vezes o Figueirense ficou à frente do placar e não conseguiu manter-se como o grande vencedor deste que podemos dizer ser o único clássico catarinense.

 

Ainda é o cara

Mesmo nos seus 36 anos de idade, o meia Marquinhos Santos do Avaí é o melhor jogador do time azurra. No clássico ele esbanjou personalidade. Foi dos pés dele que o zagueiro Alemão recebeu a bola na cobrança de escanteio e fez o segundo gol do Leão. Foi dos pés do galego o gol de empate do Avaí. Sem contar o "chapeuzinho" que Marquinhos aplicou para cima do adversário. 

 

Dinheiro perdido 

A conquista merecida do Flamengo na Copinha me chamou a atenção para mostrar como os nossos clubes investem errado na formação de seus times. Início de temporada e o que se vê são os clubes fazendo contratações que não vingam, jogadores que não mostram em campo o valor neles investido. Tanto Avaí quanto  Figueirense fizeram uma boa participação na Copinha e tem gente nesses times pedindo passagem.

 

Garotada

Num time de juniores é indubitável que nem todos irão prosperar. É necessário ter equilíbrio e muita responsabilidade na hora de entregar esses garotos ao time profissional. Vou citar como exemplo o grande Edu do Santos, que aos 15 anos de idade já se tornaria profissional e com 16 anos já defendia a Seleção Brasileira num campeonato mundial em 1966. Ele é até hoje o jogador mais jovem a disputar uma Copa do Mundo. Sem queimar etapas e ao mesmo tempo dar oportunidades, os nossos clubes não precisam jogar dinheiro no lixo com contratações ruins.


Cargos políticos

Vivemos numa fase que não está fácil pra ninguém, como diria o meu bom amigo João Dadalt: "a coisa tá feia, a coisa tá preta". E mesmo com todas essas dificuldades que vivenciamos todos os dias, o prefeito Camilo conseguiu persuadir a grande maioria dos "nobres" vereadores para a aprovação de uma reforma administrativa que irá mexer na estrutura de cargos e salários de comissionados. Serão mais ou menos uns R$ 600 mil por ano com cargos de confiança, os famosos cargos políticos. Enquanto isso, nossos postos de saúde não possuem remédios, nossas crianças ficam sem creches e etc e tal. E durmam com um barulho desse.


Drops da arquibancada

Bráulio Machado é sem sombras de dúvidas o nosso melhor árbitro. Apitar um clássico não é tarefa fácil. Na Ressacada, o rapaz de Imbituba comandou o jogo com personalidade, não deixando ninguém tomar conta da partida.
Uma certa parcela de torcedores alvinegros não ficou nada feliz com a atuação do goleiro Denis. No clássico, o goleiro não teve uma boa atuação.

No Brasil é sempre assim quando o negócio é arrumar desculpas por causa dos péssimos resultados. Sempre reclamam da bola, do gramado, do "juiz", das faltas, e por aí vai. Pura falta de competência.
Torcedores da Portuguesa se irritaram com a derrota do time para o Oeste e tomam uma atitude inusitada. Eles interceptaram o motoboy, pagaram R$ 300 e comeram todas as pizzas que seriam entregues aos jogadores.


CARTÃO ROSA para a tranquilidade que reinou entre as torcidas no clássico. É claro que nem todos ainda possuem o espírito de amizade, mas, no geral, a cordialidade foi um ponto positivo. O retorno da boa cervejinha aos estádios também foi outro fator positivo.

CARTÃO VERMELHO para a administração pública de Palhoça que irá sobrecarregar ainda mais a folha de pagamento de cargos comissionados com a criação de 15 novos cargos de confiança do prefeito. Em época de vacas magras, em vez de economizarem e investir mais nas necessidades do povo, vão gastar uma boa grana com cargos político. Pelo visto, estão enfiando o pé na jaca.


Pensamento do Bambi

Uma frase que eu não concordo é: "politicamente correto". Pois, se tem política no meio, é impossível ser correto.

 

O boa praça Vanderlei, o popular Caçamba, estará trocando de idade nesta sexta-feira (02). A coluna deseja muita saúde!



Publicado em 02/02/2018 - por Margarida Clésio Moreira dos Santos

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg