Editorial - 668

Humanidade entre nós

 

Se você é ativo nas redes sociais, certamente esta semana se deparou com alguma postagem de protesto contra a morte covarde de um cachorro de rua na cidade de Osasco (SP). As cenas brutais levantam questionamentos sobre o termo “humanidade”.

Morto cruelmente, o cãozinho virou símbolo de luta pelo bem-estar animal. Aqui na cidade de Palhoça, temos dezenas de cuidadores que dedicam uma vida a tirar das ruas cães e gatos abandonados à própria sorte. Missão que seria, a priori, do município, mas que só funciona nas coloridas campanhas eleitorais.

Odete Franzosi era uma dessas abnegadas. Abriu mão de muito para garantir um pouco para cada um dos “patudos” que criou. Essa palhocense de fibra faleceu esta semana, deixando 70 animaizinhos sem qualquer perspectiva. A comunidade de cuidadores está mobilizada para cuidar e dar um lar para esses cães. 

Talvez você possa fazer mais do que compartilhar uma imagem de um cão vítima da crueldade desumana. Talvez você possa provar, com uma atitude simples, que ainda existe humanidade entre nós.



Publicado em 06/12/2018 - por Palhocense

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif