Gastronomia - Edição 647

Por: Marcos Heise*


Coringa de todas as horas, o rosbife
Em cima da hora você descobre que precisa preparar uma refeição e que seja  algo simples e prático, mas com estilo, sem muita mão de obra. Fácil: rosbife. É uma receita muito saborosa, um “coringa” que pode suprir um almoço mais frugal ou um lanche noturno bem consistente.

O rosbife tem origem na Grã-Bretanha - chamado roast beef - e, na sua essência, prepara uma peça de carne bovina chapeada ou assada, ou uma combinação de uso das duas técnicas, como nesta nossa receita de hoje.

O legal é que o rosbife aceita todo o tipo de complemento. E nada como ter várias fatias de carne malpassada com a crosta escura no meio de um pão francês ou ciabatta, guarnecido com fatias de tomate, queijo, alface americana e maionese tipo tártaro.

São vários cortes que se pode usar no preparo. Eu particularmente prefiro o filé mignon por ser bem macio e liberar muito mais sabor em contato com outros ingredientes. Mas pode ser usado até alcatra, patinho, coxão mole, picanha ou maminha. O interessante é ter uma peça bem limpa e de preferência no formato arredondado.

 

 

RECEITA

Ingredientes:
Uma peça de filé mignon (tamanho depende do número de sanduíches)
Sal e pimenta do reino
Manteiga e azeite de oliva
Pão francês
Alface americana
Queijo de sua preferência
Maionese tipo molho tártaro
Tomate
Pepino em conversa (opcional)

 

Preparo

O rosbife pode até ser feito de véspera. Tempere a carne inteira com sal e pimenta do reino apenas (use peça de uns 300 a 400 gramas, no tamanho que possa ser preparada na sua frigideira). Recomendo a panela de ferro bem quente. Prepare a carne selando todos os lados em manteiga e azeite de oliva previamente aquecidos. Vá mexendo a carne sem usar garfo para não perfurar e perder líquido. Vá fazendo essa operação durante uns cinco minutos, virando para grelhar todos os lados por igual.

Nesse ponto a carne estará bem malpassada. A opção é continuar assando em forno bem quente mais uns 10 minutos. O ponto rosa malpassado começará cerca de dois centímetros a partir da crosta, e isso é o ideal. Espere a peça esfriar e coloque no freezer até começar o processo de congelamento.

Neste momento é hora de fatiar o mais fino possível e fazer a composição do sanduíche com os ingredientes já indicados. Para quem não sabe, esta é a composição original do sanduíche chamado de Bauru, criado no Largo do Paysandu, em São Paulo, por um estudante da Faculdade de Direito, em 1938.

 

Palhoça no Emporium Bocaiúva: 21 de julho
Um lembrete para quem gosta de boas comidas harmonizadas com excelentes vinhos e um ambiente bem aconchegante. Estas são as características do Emporium Bocaiúva, Centro de Florianópolis, que promove a cada sábado o Emporium Jazz, onde cozinheiros convidados mostram suas habilidades. Neste dia 21, às 13h, será a vez de dois expoentes locais, Leandro Porto da Rosa, empresário e diretor da Faiberplas e Leandro Rachadel, advogado e presidente da OAB de Palhoça. Eles estarão preparando um cardápio especial, assessorados pelo jornalista e cozinheiro Marcos Heise, prontos para receber todos os amigos que quiserem aproveitar o passeio para a Ilha neste dia e saborear as delícias que serão servidas neste cardápio especial assinado pelo trio. É só chegar.

 

 

* Jornalista e aficionado por gastronomia. Cozinha para grupos em espaços gourmets de condomínios, em comemorações e aniversários, onde prepara receitas artesanais e autorais.

Contato: heise@unetvale.com.br



Publicado em 12/07/2018 - por Palhocense

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg