A BR-282 em Santo Amaro e Palhoça

Artigo enviado pelo escritor e funcionário público Nery A. Eller

6f86e3cf4a626985879ad66b401738fe.jpg Foto: DAVI JOÃO/DRONE/ARQUIVO JPP

Já temos quase 30 anos desde que se inaugurou o traçado da BR-282 por vias centrais de Santo Amaro da Imperatriz e Palhoça. Quando houve a inauguração da BR-282 nesse trecho, ventilou-se que seria um traçado provisório, e que o traçado por via própria seria logo construído. 

Isso, como quase sempre em obras públicas, virou promessa vazia, quimera! 

Com um trânsito absurdamente intenso, a BR-282 traz diversos problemas para os moradores que residem nas proximidades por onde ela passa, nas vias centrais de Santo Amaro e Palhoça. Atravessá-la tornou-se um risco altíssimo, mormente para crianças e idosos.  

Todavia, a maior preocupação atual diz respeito à rótula da BR-282, em Palhoça.

Quem passa diariamente por esse local pode observar que é um absurdo a BR-282 se ligar à BR-101 através dessa rótula! Como conceber uma BR, no caso a BR-282, concorrer com o trânsito intenso da via marginal da BR-101 e de outros acessos naquele local?

A cada ano que passa, o trânsito se intensifica cada vez mais à BR-282 em Palhoça (desenvolvimento desordenado de Palhoça e região; aumento permanente do trânsito da região, do Planalto, do Oeste e do Extremo Oeste do estado; etc.) e, com isso, os congestionamentos à BR-282 são constantes, causando diversos transtornos aos motoristas que precisam utilizar diariamente essa via. Além disso, temos o travamento da via marginal da BR-101, uma importante via que é muito utilizada por ônibus e demais veículos da região.

É sabido que a ligação da BR-282 deveria se dar diretamente à BR-101 através de um elevado ou viaduto. Esse assunto deveria estar bem claro para o Dnit, governo do estado, Prefeitura de Palhoça, além de outros órgãos e instituições envolvidos com esse tema. Todavia, não se vê ninguém da esfera pública se movimentando para solucionar tal problema, que já alcança décadas!

Passando-se por esta rótula é possível ver o terreno que deveria servir a essa importante, necessária e urgente obra pública sendo utilizado na edificação de uma grande obra particular! Junto a essa obra particular, uma segunda grande obra já está em vias de ser iniciada! 

Essas obras particulares liberadas pela Prefeitura de Palhoça junto à rótula da BR-282 praticamente liquidam com a ligação direta da BR-282 à BR-101. O trânsito nessa rótula, que já é saturadíssimo e estressante, ficará ainda pior com o movimento de carros que essas obras suscitarão no local!

Eu reputo isso a um grande equívoco dos setores públicos municipal, estadual e federal. Uma verdadeira falta de visão e leitura da situação atual de mobilidade que temos hoje e que será exponencial nos próximos anos. 

A alça de contorno da BR-101 em Palhoça já sofreu alterações de prazo e custo devido a essa visão liberalista de edificações sem o devido planejamento e organização do espaço público. A rótula da BR-282 segue o mesmo caminho, ficando num segundo plano em termos de mobilidade. 

Se Palhoça passa por um momento onde a mobilidade é uma das piores do estado (senão a pior), não seria coerente se trabalhar juntamente com o governo do estado, Dnit e nossos representantes nos legislativos estadual e federal, para que a ligação da BR-282 à BR-101 aconteça o mais breve possível, reservando-se espaço físico para tal fim?

O futuro se constrói com ações do presente! No entanto, o que se vê hoje é algo bastante preocupante para esse futuro que nos espera!



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif