Coluna Policial - Edição 639

Operação Conexão, contra o tráfico de drogas, tem ações em Palhoça

45742af9fd53eb801ce5e7738d459010.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Dienifer Leite

 

OPERAÇÃO CONEXÃO

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Draco/Deic), deflagrou na terça-feira (15) a Operação Conexão. Cerca de 230 policiais cumpriram 113 mandados expedidos pela Justiça, sendo 70 Mandados de Prisão e 43 Mandados de Busca e Apreensão em 10 municípios catarinenses: Palhoça, Florianópolis, Blumenau, Gaspar, Joinville, Lages, São José, Águas Mornas, Penha e Corupá.

A Operação Conexão resultou na prisão de 53 criminosos (23 pessoas que foram presas em suas residências e outras 30 que já estão no sistema prisional).

De acordo com o diretor da Deic, delegado Anselmo Cruz, estas pessoas que foram presas estavam sendo investigadas desde 2017 por integrar organização criminosa. “Esta operação é resultado de um trabalho contínuo de investigação e monitoramento das facções criminosas”, disse o delegado Anselmo Cruz.

Coordenador da investigação, o delegado Antônio Seixas Joca, titular da Draco, destacou que o foco da operação foi nas cidades maiores, como Florianópolis, Joinville, Blumenau e Lages, porém, foram identificadas pessoas que operacionalizavam o tráfico em pequenos municípios catarinenses e que tinham contatos, inclusive, com criminosos de outros estados.

O delegado geral, Marcos Ghizoni, assinalou que a Polícia Civil tem uma capilaridade que permite atuar ao mesmo tempo em todo o estado. “Nós conseguimos mobilizar policiais civis em todas as regiões e assim podemos ter uma efetividade maior. E isso resulta num trabalho de excelência como a Operação Conexão”, disse o delegado Ghizoni.

O secretário de Estado da Segurança Pública, Alceu Oliveira Pinto Junior, assinalou que a Operação Conexão é mais uma resposta do estado no combate à criminalidade com a gestão das operações feitas dentro dos limites da legalidade. 

 

PRISÃO (1)

No início da tarde da última sexta-feira (11), policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça, unidade coordenada pela delegada de Polícia Civil Raquel de Souza Freire, localizaram e prenderam um homem de 36 anos, no Alto Aririú. Ele cumpria pena em regime semiaberto na Colônia Penal Agrícola de Palhoça e no dia 6 de março, após saída temporária de sete dias, não retornou do benefício concedido judicialmente, passando a ser considerado preso foragido do sistema prisional catarinense.

Ele foi conduzido até a sede da DIC de Palhoça, onde se formalizou o boletim de ocorrência, e no início da noite de sexta-feira foi encaminhado para a Colônia Penal Agrícola de Palhoça, que o transferiu para a Penitenciária de São Pedro de Alcântara, onde vai cumprir pena, agora em regime fechado.


PRISÃO (2)

Na tarde de quinta-feira (10), policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça reconheceram, abordaram e prenderam um homem de 27 anos, na via principal do Brejaru. Havia contra ele um Mandado de Prisão Preventiva pelo crime de Roubo, expedido no dia 18 de abril pela 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital. Ele foi conduzido até a DIC de Palhoça, onde se formalizou o boletim de ocorrência, e logo em seguida foi encaminhado para a carceragem provisória da Delegacia de Polícia de Palhoça.



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.