Coluna Policial - Edição 677

Ação de policial de folga na Praia de Fora é elogiada

6c20779d2bca5f7f88fc316ad3dca6f9.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

PRISÃO

A Polícia Civil de Palhoça, com apoio da Polícia Militar, cumpriu, na manhã de quinta-feira (14), mandados de busca e apreensão, internação e de prisão contra criminosos que participaram de ataques às residências de policiais militares moradores em Palhoça. Dois adolescentes foram apreendidos e três adultos foram presos por envolvimento no crime.

Também foram apreendidos diversos celulares e cartas com referência a uma facção criminosa. Outros três adultos e um adolescente também foram apontados como autores dos ataques, que aconteceram no segundo semestre de 2018. Três residências foram alvos dos ataques em um intervalo de dois dias. Foi uma represália às mortes de pessoas ligadas à organização criminosa em confronto com a Polícia.

A operação da Polícia Civil foi deflagrada após levantamento realizado pelo setor de inteligência. Foi esclarecida a autoria dos crimes, definindo quem ordenou os ataques, quem orquestrou e quem executou. Além disso, há prova da materialidade com o laudo de confrontação balística da arma apreendida no inquérito.
Os indiciados vão responder por crimes de tentativa de homicídio qualificado, participação em organização criminosa e disparos de arma de fogo. 


AÇÃO POLICIAL

Comerciantes da Praia de Fora parabenizaram a ação do soldado Leal, da Polícia Militar de Palhoça, que coibiu um assalto a um estabelecimento comercial, mesmo de folga, na quarta-feira (13). O soldado mora na região Sul e faz parte de um grupo de WhatsApp chamado “Comerciantes em Alerta”. No grupo, ele leu a postagem da proprietária da loja assaltada e viu um vídeo em que uma mulher é flagrada praticando o crime. Prontamente, o soldado orientou a proprietária a avisar a PM, através do telefone 190, e partiu em busca da autora do crime. Ele conseguiu localizar e abordar a mulher, que estava com seu companheiro. Com eles, a Polícia localizou cerca de R$ 640 em produtos furtados e mais R$ 45 em dinheiro. A criminosa já era citada em dezenas de boletins de ocorrência (BO), a maioria por furto, e seu companheiro, que tem mais de 20 BOs, cumpria pena em regime semiaberto. Os dois foram presos em flagrante pelo crime de furto qualificado.


ARMAS

Três pessoas foram presas e duas armas (um revólver e uma espingarda calibre 12) foram apreendidas pelas guarnições do 16º Batalhão em ações na Ponte Imaruim e no Caminho Novo.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif