3e1661f837ddbbe2cfeee8ea72ad9b2c.JPG Multicampeão de Bicicross ministra palestra para 270 crianças e adolescentes do Madri

f53109fdbce259b39801fb7647a3629b.jpg Equipe BMX Palhoça conquista 13 medalhas no Catarinense de Bicicross


Prefeitura monitora mosquito da dengue

Mensagem no WhatsApp deixou população preocupada

19b130d36b3557d295e4d805bf5641a0.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Texto: Isonyane Iris

Na última semana, um comunicado em um grupo de WhatsApp chamou a atenção dos palhocenses. Um morador contou que uma agente de saúde o informou sobre três possíveis focos do mosquito da dengue no Centro de Palhoça. “Temos que usar repelente. Dar uma geral lá em casa”, alertava o morador.

Não demorou muito para que a informação se espalhasse entre os moradores do Centro, que logo começaram a se preocupar. “Eu soube pelo meu grupo da família e me apavorei. Achei que era mentira, mas pelo jeito parece ser verdade mesmo. Na dúvida, prefiro me prevenir. Estamos usando repelente todos os dias”, conta Maria da Graça Rugel, moradora do Centro.

Karla de Souza Pacheco já tem o costume de usar repelente todos os dias, segundo ela, é a única forma mais segura de evitar a picada do mosquito. “Penso que não adianta cuidar do quintal se o vizinho não cuidar, então mais vale usar repelente e garantir. Para mim, já virou hábito, tenho até na bolsa”, confessa a estudante de Administração e moradora do Centro.

Ao ser questionada sobre os possíveis focos em Palhoça, a Vigilância Epidemiológica do município informou que realiza a varredura num raio de 300 metros dos focos de mosquito Aedes aegypti, mas que até o momento, não há casos confirmados no município.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.