Debate sobre formação e humanização da Medicina

É durante o “1º Encontro de Gerações”, na Unisul, nesta quinta (23)

a155533091e323100175d55cc7718b4a.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

O Dr. Celmo Celeno Porto, médico conhecido nacionalmente pela sua vasta experiência em clínica médica e defensor do atendimento humanizado aos pacientes, estará na Unisul Unidade Pedra Branca, em Palhoça (SC), na próxima quinta-feira, dia 23 de agosto, às 19h, para participar do 1º Encontro de Gerações, organizado pela Academia de Medicina do Estado de Santa Catarina, pela Associação Catarinense de Medicina e Coordenação do Curso de Medicina da Unisul. A palestra intitulada “O que podemos dizer aos velhos médicos e o que devemos dizer aos novos e futuros médicos”, é gratuita e aberta ao público em geral, com transmissão ao vivo pela internet, no canal YouTube da UnisulVirtual.

 

Autor de diversos livros na área de Cardiologia e Semiologia, o Dr. Celso Porto é considerado referência na área médica e acadêmica. Seu livro sobre Semiologia Médica é utilizado por grande parte dos alunos de Medicina no Brasil, e também na Unisul. Ele defende a ideia de que os cursos de medicina devem se modernizar para que os alunos convivam com os pacientes desde os primeiros semestres. Para Porto, o estudante deve ter essa vivência e compreender que ali, naquele momento, ele não está sendo acadêmico, já está exercendo a medicina. Defende, ainda, que o acadêmico tenha disciplinas sobre relação médico-paciente, mas que nada se compara à vivencia, estar de verdade diante de um paciente.

 

Dr. Porto acredita que mesmo com a modernização da medicina o exame clínico é insubstituível, pois é por meio dele que se faz a anamnese e a hipótese do caso do paciente e só após se deve pedir os exames complementares. Depois disso se cruza todas as informações do paciente. O essencial para um médico é saber examinar e isso o médico aprende nas primeiras disciplinas do curso de medicina. Esse exame exige do estudante aprender normas, técnicas e métodos de atendimentos, mas antes de tudo o respeito e a empatia ao problema da paciente. Para ele, importante dar um tratamento humanizado, olhar a pessoa como um todo, além de um órgão doente; e é imprescindível ter uma postura ética diante do paciente, pois é pela interação médico-paciente que a relação nasce, cresce e se fortalece ou morre. Por isso o exame clínico é insubstituível a essência da medicina.

 

Celmo Porto é Professor Emérito da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás (UFG), professor orientador do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da UFG, membro titular da Academia Goiana de Medicina e membro honorário da Academia Nacional de Medicina.

 

Serviço

O que: 1º Encontro de Gerações

Quem: Dr. Celmo Celeno Porto

Quando: 23/08 – às 19h

Onde: Unisul – Auditório do Bloco C – Unisul Unidade Pedra Branca

Quanto: Gratuito



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif