Faça sua doação para a Campanha do Agasalho

Caixas para receber as doações já estão disponíveis em diversos postos de arrecadação espalhados pela cidade. Confira a lista abaixo

8b6434d299212974f535bc2a3a7dcf7f.jpg Foto: REPRODUÇÃO/INTERNET

Texto: Isonyane Iris


Começou na última semana e segue até o dia 4 de julho, com o objetivo de incentivar a prática do voluntariado e da solidariedade, mais uma Campanha do Agasalho. Com a chegada do outono e a previsão de baixas temperaturas para o inverno, a campanha pretende ajudar ainda mais famílias a passar pelo frio deste ano. Todas as doações serão entregues à organização não governamental (ONG) Grupo Abelhas Operárias, que todos os anos realiza um trabalho de muita dedicação as famílias carentes de Palhoça.

A iniciativa tem como objetivo arrecadar roupas, calçados e cobertores em bom estado para doação. A contribuição do público já começou nos postos de coleta distribuídos pela cidade. “A ideia de começar a campanha já no mês de maio foi justamente para que todas as doações possam ser separadas, preparadas e até reformadas (em alguns casos) para logo serem distribuídas. Queremos arrecadar este ano próximo de 20 mil peças, por isso precisamos muito do apoio de todos. Uma campanha como essa é de muita importância para nós, sempre apoiamos ações sociais como essa, justamente por acreditar que a união faz a força”, destaca Maria de Lourdes Silva (Lurdinha), coordenadora de Marketing do Shopping ViaCatarina, um dos parceiros da campanha.

Desde 2017, a Campanha do Agasalho passou a fazer parte das ações do município, deixando de ser apenas uma inciativa de algumas instituições e se tornando uma campanha de toda Palhoça. “Muito mais do que apenas uma campanha do jornal Palhocense ou do Shopping ViaCatarina, a Campanha do Agasalho já é uma ação de toda a cidade”, comenta o editor-chefe do jornal Palavra Palhocense, Alexandre João Bonfim da Silva, destacando sobre a importância do apoio de várias instituições e empresas que sempre aderem e participam dessa iniciativa com muita dedicação.

Rosângela Alves Coelho é vice-presidente das Abelhas Operárias e conta que este ano o número de famílias necessitadas aumentou. “Nossa demanda está grande, tivemos um aumento significativo de famílias e gestantes, principalmente neste mês de maio. O nosso lema é de que ninguém é tão pobre que não possa doar e nem tão rico que não venha a precisar, por isso, contamos com a colaboração de todos e desde já agradecemos mais uma vez essa linda campanha”, agradece.

“A expectativa para este ano é muito boa. Já estamos recebendo doações e isso nos mostra o quanto os palhocenses são solidários. É muito importante a participação da população, acredito que juntos vamos conseguir amenizar o frio de muitas famílias”, agradece o editor-chefe do Palavra Palhocense, relembrando que a ideia da campanha surgiu a partir de uma matéria feita no bairro Frei Damião, onde mostrava a realidade de muitas famílias carentes, em que os familiares precisavam dormir abraçados para não passar frio.

Sobre as baixas temperaturas esperadas para este ano, o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Luiz Renato Lazinski, confirma que o inverno este ano promete ser de temperaturas mais baixas, o que intensifica ainda mais a importância das doações este ano. “Nós vamos ter um inverno mais seco e frio. Com relação às temperaturas, a tendência é que o frio chegue mais cedo”, destaca o especialista.

As doações podem ser entregues na sede do Palhocense e também nas outras instituições participantes: Shopping ViaCatarina, Fatenp, Proteger Vacinas, Rádio Cidade, Sicredi, CDL, Senac, OAB, Rockfeller, Sesc, entre outros pontos espalhados pela cidade.

O Grupo Abelhas Operárias atua há mais de 35 anos no voluntariado assistencial da região, ajudando famílias em condições de vulnerabilidade social. Vale lembrar que doação não é apenas um descarte de coisas usadas, por isso, o material entregue deve estar em bom estado e limpo. Todas as doações passarão por uma triagem, reforma e então seguem para a distribuição às famílias carentes.

 

Pontos de Coleta

Centro
Proteger, Sicredi, Rockfeller, CDL Palhoça e Jornal Palavra Palhocense

Nova Palhoça
Fatenp

Pagani
OAB Palhoça e Shopping ViaCatarina

Jardim Eldorado
Papelaria Nota 10

Ponte do Imaruim
Senac Palhoça, Laura Modas, Centro Comunitário Ponte do Imaruim, Biblioteca Municipal/FMP

Aririú e Alto Aririú
Rádio São Francisco e Supermercado Sul do Rio

Pinheira
Mercado Ana Paula

Santo Amaro
OAB Santo Amaro



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.