Palavra Palhocense - Lixo-e-no-lixo-alerta-o-vereador-fabinho

“Lixo é no lixo”, alerta o vereador Fabinho

Presidente da Câmara flagra acúmulo de entulho em terrenos baldios e vias públicas

40dcb663e1799852c7eaea00dca9dd91.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

Durante esta semana, o vereador Fábio Coelho (Progressistas) percorreu vários bairros de Palhoça e flagrou uma situação triste, que se repete em vários terrenos baldios e vias públicas: o acúmulo de lixo e entulho. Sem educação e com total descaso pelo bem comum, pessoas jogam lixo em terrenos abandonados, acumulando entulho e prejudicando toda a comunidade: pneus, materiais de construção, móveis, eletrodomésticos, todo tipo de lixo é abandonado pela população, sem qualquer respeito às leis e ao bem-estar das pessoas que vivem nos arredores desses locais. “Cheguei a flagrar carretas despejando entulho nos terrenos, local totalmente inapropriado para este fim”, explicou Fabinho.

Na Tribuna, além de mostrar o vídeo, Fabinho explicou que em muitos locais a Prefeitura já realizou várias limpezas, recolhendo o entulho e lixo abandonados, mas depois de um tempo a população volta a jogar material nos terrenos e vias. “Há um total descaso e falta de respeito”, opinou Fabinho. 

O presidente da Câmara Municipal de Palhoça deixou claro que é preciso cobrar providências da Prefeitura, mas que a população também tem que fazer a sua parte, não jogando entulho em locais indevidos. 

Fabinho explicou ainda que, em pesquisas sobre políticas públicas desenvolvidas em outras cidades, encontrou exemplos de boas práticas a serem aplicadas aqui em nosso município. Segundo ele, na cidade de Jundiaí, por exemplo, há multas de até R$ 8 mil aplicadas a quem joga entulho e lixo na rua. Lá também são distribuídos os chamados “ecotulhos”, onde a população pode depositar até 1 tonelada de entulho e lixo sólido. “Nós temos que replicar as boas práticas que estão sendo aplicadas em outras cidades com sucesso, e a população deve se conscientizar de que lugar de lixo é no lixo”, complementou.

Fabinho explica que criou um canal para denúncias em seu site, em que a pessoa cadastra o ocorrido e a equipe do vereador encaminha um ofício para o setor de fiscalização da Prefeitura. 

 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg