Moradores querem melhorias no loteamento Tabuleiro

Na Prefeitura, rua constaria como "asfaltada"; a realidade é bem diferente

b70a336a645fc249c7d4fb429d81b1ad.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Texto: Isonyane Iris

 

Buraco, lama, calçamento completamente danificado. Essas seriam as condições das ruas no loteamento Tabuleiro, no bairro Bela Vista. Sem entender a falta de providências e melhorias no loteamento, os moradores dizem que já procuraram diversas vezes a Prefeitura, mas para surpresa de todos, o local constaria como "asfaltado" nos documentos do município, o que não é verdade.

Sem entender os motivos que levam a Prefeitura a não tomar providências de melhorias no loteamento, os moradores pedem que o município explique o porquê de o local constar no sistema municipal como asfaltado, quando na realidade tem ruas inclusive de estrada de chão. "A rua conhecida como a do CTG está só no barro, não tem nem calçamento, mas para a Prefeitura ela está asfaltada. Isso foi o que a Prefeitura informou quando ligamos pedindo melhorias. Todo o loteamento está horrível, mesmo as ruas que estão calçadas. Eles deveriam nos fazer uma visita para ver as nossas condições", reclama Letícia Pereira, moradora do loteamento há três anos.

O loteamento Tabuleiro fica exatamente no meio de dois lugares asfaltados e mesmo assim as ruas parecem estar sem manutenção há um bom tempo. "Nem lembro a última vez que vi máquinas trabalhando aqui. Depois que fizeram o loteamento Jardins, parece que fomos esquecidos. Tem lugar que nem casa tem e já é asfaltado, e nós que moramos aqui temos que viver literalmente na lama. Isso sem contar as enchentes, por causa da falta de drenagem", conta o morador Vilson Ferreira Matos.

Segundo os moradores, um dos motivos de maior revolta seria porque o loteamento parece estar "isolado" dos demais, já que ele está bem no meio de duas áreas que estão asfaltadas, até mesmo onde ainda nem há moradores. "Para chegar no loteamento Jardins (que é completamente asfaltado), é preciso sair do bairro Bela Vista (que também é asfaltado) e passar pelo Tabuleiro (que além de estar com o calçamento completamente danificado, ainda tem ruas de estrada de chão), então, por que não asfaltam o nosso loteamento?", perguntam os moradores.

Indignado com as condições das ruas do loteamento, Felipe de Moraes já teve três vezes o pneu do carro furado por conta dos inúmeros buracos que existem no calçamento. "Não entendo por que o nosso loteamento está como asfaltado na Prefeitura, se temos até estrada de chão. Será que a verba foi liberada e usaram para outra coisa? A cada dia nos sentimos mais abandonados, afinal, pagamos todos os impostos e mesmo assim somos tratados com menosprezo", desabafa o morador. 

Além disso, a falta de limpeza e corte dos matos, excesso de lixo e entulhos, terrenos totalmente abandonados, estão favorecendo o aparecimento de bichos peçonhentos, como ratos, baratas e aranhas. "Nos sentimos abandonados, esquecidos. Sem limpeza, sem manutenção, sem qualquer tipo de melhoria. Se no sistema diz que aqui é asfaltado e nós estamos dizendo que não, a melhor solução seria eles pegarem um carro e nos fazerem uma visitinha", sugere a moradora Vanessa da Silva.

Em outubro do ano passado, os moradores relembram que uma edição do programa Prefeitura com Você foi realizada no bairro, com o prefeito e seu secretariado presentes. No dia, foi solicitada a manutenção das ruas, além de lombadas e sinalização de trânsito, pois vários acidentes estavam acontecendo. "Os secretários falaram que iriam tomar providências e até agora nada. Temos até a cópia da solicitação", cobram os moradores.

A Secretaria de Serviços Públicos (Sesp) esclarece que está instaurando processo seletivo para contratação de calceteiros e auxiliares. Após conclusão deste procedimento burocrático, previsto para 30 dias, equipes da Sesp trabalharão na repavimentação das lajotas paver no loteamento Tabuleiro, incluindo a rua Gervásio Timóteo Farias. Quanto à "Rua do CTG", a Sesp garante que realiza a manutenção constantemente, sempre que necessário, com trabalhos de patrolamento e aplicação de "bica corrida". A última operação para manter a rua em boas condições de tráfego foi realizada na manhã desta terça-feira (17). Paralelamente, a Secretaria de Infraestrutura e Saneamento informa que já elaborou os projetos para pavimentação asfáltica da Rua do CTG e está aguardando a liberação de recursos para poder executar a obra.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg