Mutirão da Icamed é um sucesso

Instituto Catarinense de Medicina realizou na quarta-feira (16) um mutirão para a realização de exames respiratórios gratuitos na clínica médica localizada no Centro de Palhoça

536fbfc1bd17af4689339bf01031ada0.JPG Foto: NORBERTO MACHADO E DIVULGAÇÃO

Texto: Isonyane Iris

Bronquite, rinite e asma são doenças muito próximas, que podem ser facilmente confundidas quando não diagnosticadas de forma correta. Foi pensando nisso que o Instituto Catarinense de Medicina - Clínica Médica Palhoça (Icamed) realizou na última quarta-feira (16) um mutirão para a realização de exames respiratórios gratuitos.
A ação, que também foi em comemoração ao Dia Mundial da Asma (1º de maio), foi aberta ao público e a pacientes de unidades públicas de saúde de diversos municípios, entre eles Palhoça. Durante todo o dia pacientes puderam realizar testes respiratórios, como espirometria, teste cutâneo, além de receberem orientação e ainda material educativo.

Segundo estudos, a asma é uma enfermidade que chega a atingir 20% das crianças brasileiras, um número que se torna preocupante segundo o médico pneumologista Dr. Ângelo Ferreira Júnior. “Asma é uma doença genética que tem uma interação com o meio, de acordo com a pessoa exposta ao pó, poeira, cheiro e animais domésticos. Geralmente os sintomas ocorrem na infância, tendo até os sete anos o controle da doença até que num determinado momento da vida os sintoma possam voltar quanto a pessoa se expor novamente ao pó, poeira, cheiro ou animais domésticos”, explica o especialista.

Existe uma incidência crescente da doença, onde a cada década ocorre um aumento de 50% no número de pacientes. Estima-se que a asma atinja cerca de 300 milhões de pessoas no mundo, sendo no Brasil a enfermidade crônica que mais atinge crianças, cerca de 20%. “Nosso objetivo hoje é conscientizar as pessoas sobre a importância da asma, tentando fazer com que as pessoas conheçam a doença e o tratamento. Evitando assim eu essas pessoas tenham que ir a hospitais, ficarem internadas, passem por infecções respiratórias e principalmente não tenham o desfecho final que é a morte”. Alerta Dr. Ângelo Ferreira.

Infelizmente muitos diagnósticos são feitos errados, o que segundo o pneumologista é um sério problema. “A asma só pode ser diagnosticada a partir dos 3 anos, antes disso o termo correto é bebê chiador. Durante muito tempo era chamado de bronquite, bronquite asmática e hoje a bronquiolite é o que causa maior confusão entre os pais. É importante destacar que a bronquiolite é uma patologia que acontece de forma única, onde a pessoa não vai ter pelo resto da vida”, afirma o doutor. 

Moradora da Praia de Fora, Ana Maria dos Santos, estava aproveitou o mutirão para realizar os exames respiratório, principalmente porque seu diagnóstico para asma é recente. “eu sempre fui diagnosticada com bronquite, por muito tempo tomei remédio e fiz o tratamento para bronquite, mas estava errado. Depois de ter uma falta de ar grave e de ficar internada foi que descobri que na verdade o que eu tinha era asma”, relata a paciente parabenizando a clínica pela iniciativa de proporcionar os exames ao público, principalmente pela carência e pela demora de exames e especialistas hoje na saúde pública. 

Todas as pessoas presentes no evento receberam instruções importantes sobre a importância do cuidado e do tratamento correto da asma. Além disso instruções sobre o uso correto da “bombinha” foram repassados por uma fonoaudióloga especialista. “Às vezes as pessoas usam as bombinhas de forma incorreta, fazendo com que o tratamento não tenha efeito. Isso acontece também em que usa com frequência e por muito tempo. Existem muitos casos de pacientes que depois de alguns anos usando acabam esquecendo a forma correta de usar”, alerta o Dr. Ângelo.

 

Icamed

Com uma proposta inovadora, o Instituto Catarinense de Medicina trouxe para Palhoça diversas especialidades como: pneumologia, cardiologia, psiquiatria, reumatologia, neurocirurgia e dermatologia. A clínica possui ainda um centro de imunizações com as mais diversas vacinas, prevenindo e diminuindo inúmeras complicações. Sobre as especialidades médicas hoje oferecidas pela clínica, é importante destacar que os números crescem conforme a demanda da população, onde o Icamed garante o diferencial no serviço prestado, que preconiza a “atenção integral à saúde”.

Neste contexto, a Icamed afirma que trabalhar com Atenção Integral à Saúde é oferecer não apenas um corpo clínico especializado mas também a implantação de programas de saúde e capacitação dos profissionais. Com o objetivo de criar um modelo de Atenção à Saúde participativo e um modelo de Gestão de Serviços de Saúde que busca a excelência de forma integrada.



Galeria de fotos: 8 fotos
Créditos: NORBERTO MACHADO E DIVULGAÇÃO NORBERTO MACHADO E DIVULGAÇÃO NORBERTO MACHADO E DIVULGAÇÃO NORBERTO MACHADO E DIVULGAÇÃO NORBERTO MACHADO E DIVULGAÇÃO NORBERTO MACHADO E DIVULGAÇÃO NORBERTO MACHADO E DIVULGAÇÃO NORBERTO MACHADO E DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.