Não é uma obrigação. É um gesto de amor à Pátria

Mesmo com cancelamento do Desfile Cívico oficial em Palhoça, jovens estudantes foram às ruas para valorizar o simbolismo do 7 de Setembro

e8ccd7d7c6a1e02dae3b337c5efdb996.JPG Foto: NORBERTO MACHADO

Texto: Isonyane Iris

Com o cancelamento do Desfile Cívico de Palhoça, por causa da chuva, a Associação João Paulo II realizou, na tarde de segunda-feira (10), um lindo desfile pelas ruas da Ponte do Imaruim. Com o apoio da fanfarra da escola Pedro Ivo Campos, cerca de 180 alunos desfilaram e emocionaram o público com faixas que remetiam ao tema central do desfile: “Por um Brasil melhor”.

Este foi o segundo ano em que a associação realizou um desfile com os alunos, uma iniciativa que, para Lílian Daniela Nascimento, coordenadora pedagógica da Associação João Paulo II, é de extrema importância. “Já que o desfile de Palhoça foi cancelado, nós resolvemos fazer uma integração entre as crianças e a comunidade. O tema escolhido foi por conta da situação atual que o país tem vivido. Penso que temos que ser positivos e acreditar que as coisas vão melhorar. Temos que defender a educação sempre como um caminho que vai levar a melhora do país”, reflete. “Quando começou a chover eu tinha ficado muito triste, porque a gente tinha ensaiado e se preparado muito. Então, a escola resolveu fazer esse desfile e nós amamos”, elogia a aluna Ana Clara.

O desfile, que passou por algumas ruas da Ponte do Imaruim, chamou a atenção de muita gente. Algumas pessoas chegaram a se emocionar. “Como é lindo ouvir a fanfarra, me lembra da época em que dávamos um grande valor para a marcha de 7 de Setembro. Uma pena que com o passar dos anos esse respeito e esse amor pelo nosso Brasil foram acabando”, lamenta Afonso de Souza Mattos, emocionado com o desfile. “Acredito que o desfile é um ato de amor ao país em que vivemos, de cidadania, responsabilidade e principalmente de acreditar e passar para nossas crianças que as coisas vão melhorar”, destaca a coordenadora Lílian.

Orgulhosa por prestigiar a filha, Fernanda Nunes conta que adorou a iniciativa da associação de fazer seu próprio desfile, já que o do município foi cancelado. “Achei uma bobeira eles cancelarem, podiam apenas ter transferido, mas infelizmente tudo mudou. Na minha época de escola, o desfile era algo sério e não apenas por obrigação”, relembra. “A nossa escola faz questão de preparar tudo, principalmente pelos nossos alunos, que gostam muito do desfile e chegam a pedir para participar. Foi um mês e meio de preparação e ensaio e hoje os ver desfilando é sem dúvida motivo de orgulho”, conta Karen dos Santos, diretora da associação.

 

Jardim Eldorado

O Centro Educacional Lívia Salgado, no Jardim Eldorado, também realizou um lindo desfile nesta semana. Com o tema “Paz no Trânsito”, os alunos desfilaram com faixas e cartazes que pediam mais cautela aos motoristas.

 

Escolas de Palhoça em Florianópolis

Este ano, as escolas Professora Maria do Carmo de Souza, do Pachecos, e Governador Ivo Silveira, do Centro, abrilhantaram o Desfile Cívico realizado no feriado de 7 de Setembro na Passarela Nego Quirido, em Florianópolis. As instituições desfilaram junto com outras escolas da Grande Florianópolis. Todas apresentaram seus projetos internos e exibiram faixas e cartazes contra a violência, o racismo, o machismo, a homofobia e o bullying.



Galeria de fotos: 6 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO NORBERTO MACHADO NORBERTO MACHADO NORBERTO MACHADO NORBERTO MACHADO NORBERTO MACHADO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg