“No Tempo da Magia” será lançado neste sábado (12)

Historiadora e escritora Urda Alice Klueger fez questão de lançar sua nova obra em Palhoça, onde mora há cerca de dois anos

0b91858d9b7fc841981768d67381fa9c.JPG Foto: NORBERTO MACHADO

A Editora Hemisfério Sul vai promover neste sábado (12), na Cordel Livraria, no Shopping ViaCatarina, o lançamento oficial do 25º livro da escritora Urda Alice Klueger, intitulado “No Tempo da Magia”. Posteriormente, o livro será lançado em outras cidades.

Moradora da Enseada de Brito há cerca de dois anos, Urda fez questão de lançar o livro em Palhoça. “O primeiro lançamento só poderia ser em Palhoça. Palhoça é, agora, a minha terra. Sempre me emociono muito quando ando aqui por este lugar maravilhoso, quando penso que é aqui, agora, que eu moro. Estou até a escrever um outro texto longo, de novo, que acho que vai ser um outro livro, sobre a minha vida e curtição em Palhoça”, revela a escritora, que faz uma declaração de amor à cidade: “Amo tudo por aqui: a Enseada de Brito, a Barra do Aririú, o Centro, a Guarda do Cubatão, o Morro dos Cavalos, toda aquela sequência de montanhas azulzinhas que termina no Monte Cambirela... Meu livro novo tinha que estrear aqui”, destaca.

“No Tempo da Magia” é um romance que envolve quatro personagens principais: um homem, uma mulher, um menino e um passarinho. “Quando se tem tais personagens juntos, tudo pode acontecer – imagine, então, quando tais personagens estão juntos no Tempo da Magia”, pondera a autora. Com capa de Johnny Kamigashima, usando um quadro de Jean Oriol Sinriel e uma foto de Vanilda Meister Arnold Policarpo, o livro tem orelha da historiadora Onice Sansonowicz e apresentação da psicóloga Katty Adriane de Mattos.

A obra, com 181 páginas, em breve estará à disposição em todas as boas casas do ramo, e também junto à autora (urdaaliceklueger@gmail.com.br) e à Editora Hemisfério Sul (editorahemisferiosul@gmail.com), ao preço sugerido de R$ 35. “Depois de 24 livros, ‘No Tempo da Magia’ deveria ser apenas mais um livro – mas não o é. Estou ansiosa, nervosa com a chegada dele – é como se ele mexesse com toda a minha estrutura. Indago-me: ‘Alguém irá gostar dele?’. Não sei, e queria muito saber. Não há o que fazer além de esperar”, reflete Urda, povoada de expectativa. 

 

Considerações sobre o livro

“Urda escreveu um livro sobre o amor! Sobre amor inspirado, esperançoso e eterno. Assim como aborda temáticas intocadas, temidas e, por vezes, inconfessáveis para grande maioria: aborda vida, morte, desejo, sexo, prazer, fé, diferenças entre classes, crenças pessoais, aborda um et cetera de coisas...”, Katty Adriane de Mattos

“Sendo simplista, poderia dizer que este livro se trata de uma história daquelas telenovelas gostosas de assistir. Mas é muito mais do que isso. É uma ode ao amor e à vida. Uma história de relações marcadas pela cumplicidade, atravessadas pelo erotismo, pelas agruras da vida cotidiana, pela luta pela sobrevivência, pela tristeza, pela saudade, pelo luto, pelas dores, pelas perdas”, Onice Sansonowicz



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg