Polícia elucida crime no Aririú

Cinco pessoas foram presas pelo assassinato de um casal, que foi torturado e queimado

8dcaef51d1d1483522753ad1800acc5c.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

No início da manhã se sábado (25), a Polícia Civil, através da DIC de Palhoça, cumpriu cinco mandados de busca e apreensão em residência e cinco mandados de prisão temporária expedidos em razão dos crimes de duplo homicídio triplamente qualificado, compor organização criminosa e vilipêndio de cadáveres.

Os alvos residiam no bairro Alto Aririú. Os mandados foram representados quatro dias após o corpo de um rapaz de 18 anos ter sido encontrado carbonizado em área de mata no Pachecos. Na mesma manhã em que o corpo foi encontrado, começou a circular em redes sociais e em grupos de conversação um vídeo aterrorizante, onde um casal era cruelmente torturado e carbonizado vivo. A equipe da DIC, de imediato, identificou que se tratava daquele crime, porém, o corpo da moça torturada (uma garota de 20 anos) não havia sido encontrado.

Quatro homens e uma mulher foram presos na ação policial. Durante as buscas, foram apreendidas roupas da garota assassinada, vasta quantidade de drogas fracionadas ocultas em um cano PVC além de anotações e recibos com referência a uma organização criminosa. Durante a operação policial, um dos homens presos indicou aos investigadores da DIC o local onde a garota foi morta e teve seu corpo ocultado, em meio a uma área de mata em Águas Mornas (SC).

Prestaram apoio na operação policial: delegacia de homicídios da Capital, delegacia de roubos de Santo Amaro, DPCO e DPCami de Palhoça.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif