Praias "reprovadas" em relatório recente da Fatma

Em locais de análise na Pinheira, na Praia do Sonho, na Guarda do Embaú e na Praia de Fora, o resultado foi "água imprópria para banho"; Ponta do Papagaio está liberada

6009e7107edbaa837dc2fc6cd8f5003d.jpeg Foto: NORBERTO MACHADO

Moradores e turistas das praias do Sul estão preocupados com os relatórios de balneabilidade apresentados pela Fatma neste início de ano. O último monitoramento divulgado foi feito nesta segunda-feira (22). Só a Ponta do Papagaio escapou.

Nos quatro registros feitos em 2018, a Praia de Baixo da Pinheira, por exemplo, na altura da Rua dos Pescadores, foi considerada imprópria pra banho.

A própria da Guarda do Embaú teve o status alterado para "impróprio" nas três últimas medições, com base em amostras colhidas na altura do Rio da Madre, em frente à vila.

Na Praia de Fora, nas duas averiguações feitas depois de um período de chuva intensa (dias 10 e 22) rua Antônio Júlio Fagundes, a água local também foi considerada imprópria para banho. A mesma situação ocorre na Praia do Sonho, que tem medições na Rua Canindé.

A Fatma explica que o local é considerado impróprio "quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas cinco semanas anteriores, no mesmo local, for superior a 800 Escherichia coli por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros".



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.