Prefeitura estuda obras de mobilidade

Secretário de Infraestrutura se reúne com integrantes da Autopista Litoral Sul para discutir projetos

e4008afb0d436ed27b2e138e5d21e21a.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

A Prefeitura de Palhoça realizou uma reunião com diretores da concessionária Autopista Litoral Sul para definir detalhes técnicos de um conjunto de obras de mobilidade que estão sendo reivindicadas nas paralelas da BR-101. Essa reunião, ocorrida na manhã de quinta-feira (3), na Prefeitura, foi solicitada pelo prefeito Camilo Martins, durante visita à sede da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), em Brasília, no dia 18 de abril.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Eduardo Freccia, a reunião entre o corpo de engenharia da Prefeitura e a diretoria da Autopista foi fundamental para a busca de um entendimento técnico, com definições do que a concessionária exige, cumprindo legislação regulatória, e o que o município precisa definir nos projetos. “A partir desse encontro, pode-se dizer que estamos tratando dos projetos a quatro mãos, seguindo a legislação e as exigências da ANTT, o que deverá contribuir para a liberação das autorizações das obras”, disse o secretário.

O conjunto de obras deverá melhorar a mobilidade na área urbana e bairros que utilizam as marginais da BR-101. As obras pretendidas são: execução de um novo acesso à região central do município, através da Praça das Bandeiras; novo acesso à marginal norte, pela rua Angélica Raulina Weingartner (a rua da Churrascaria Branger); modificações no acesso à marginal norte, na rua Papa Paulo VI, na Ponte do Imaruim; modificações estruturais visando ao alargamento da marginal norte, entre a loja Havan e o viaduto do Passa Vinte; modificações no viaduto do Aririú, incluindo novos retornos, acessos e implantação de sinalização com semáforo, além da criação de uma nova rótula de acesso ao loteamento Nova Palhoça; implantação da ligação entre a Avenida das Torres e a marginal sul da BR-101; melhorias na ligação entre a BR-282 e a marginal da BR-101. 

Embora a proximidade física com o conjunto de obras das paralelas da BR-101, área de domínio da concessionária, muitos desses projetos serão executados pela Prefeitura de Palhoça, que também elaborou os estudos técnicos. A Prefeitura, através da Secretaria de Infraestrutura, vai fazer um acompanhamento permanente junto à Autopista Litoral Sul, tanto que, já na próxima semana, acontecerá uma nova reunião envolvendo técnicos das partes envolvidas.

 

Terceira pista

Na mesma reunião, também foi debatido o projeto de execução de uma terceira pista no trecho entre Palhoça, São José e Biguaçu, sentido Norte. Outra reivindicação apresentada pela Prefeitura de Palhoça é o prolongamento da terceira pista, no sentido Sul, até o acesso ao Pachecos, num trecho de um quilômetro.

Na pauta de reivindicações também ficaram anotados os pedidos para melhorias no acessos ao Aririú da Formiga e para a transformação de uma saída em acesso, na marginal Norte, entre o Pachecos e o viaduto do Aririú. 

Participaram da reunião, pela Prefeitura, o secretário de Infraestrutura, Eduardo Freccia, e o engenheiro civil Diogo da Rosa; e os representantes da Arteris/Autopista Litoral Sul, Antônio Márcio Protta, diretor de Relações Institucionais, André Bianchi, diretor Superintendente, e Marcelo Possamai, coordenador de Projetos.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg