Secretaria de Educação diploma alunos do EJA

Orador da cerimônia de formatura foi seu Adão Silva, de 81 anos, um dos 120 diplomados

c0f0efbe2dc642f61af97b42332a0a33.jpeg Foto: NAGIB DE PIERI/DIVULGAÇÃO/PMP

Em cerimônia realizada na noite de terça-feira (5), no Ginásio de Esportes Caranguejão, a Secretaria Municipal de Educação de Palhoça diplomou 120 alunos do 9º Ano da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de cinco escolas básicas do município.

Os formandos, com idade entre 17 e 81 anos, estudaram no polo da EJA do Caic (Passa Vinte) e nas escolas básicas Reinaldo Weingartner (Rio Grande), Francisca Raimunda Farias da Costa (Praia de Fora), Mara Luiza Vieira Liberato (Madri) e no polo da Faculdade Municipal de Palhoça.
Com o diploma, os formandos poderão prosseguir os estudos em escolas do ensino médio, com possibilidade de acelerar o processo educacional por meio do Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja).
Para os estudantes, esse passo dentro do universo da educação vai significar mais qualidade de vida, acesso a modernas tecnologias, além de uma possibilidade de melhoria no mercado de trabalho, comentou a secretária Shirley Nobre Sharf. “Todos vocês estão dando um passo importante no caminho do aprendizado. Já alcançaram um primeiro degrau e poderão atingir conquistas ainda maiores. Para isso, basta que continuem na busca incessante dos seus sonhos”, afirmou.
O estudante Adão Solano Bittencourt da Silva, de 81 anos, o mais velho do grupo, falou em nome dos 120 diplomados. Ele registrou “o imenso prazer em poder representar os formandos, grandes sonhadores, que neste momento comemoram essa significativa vitória”. O orador disse que a educação, à qual nunca teve acesso quando jovem, “é o grande alicerce no processo de transformação da sociedade". "Para alcançar o sonho da diplomação, em qualquer estágio, é preciso fé, esperança, disciplina, superação, ousadia e coragem para realizar o que for necessário”, concluiu o orador.
A coordenadora da EJA da Secretaria Municipal de Educação, Nicelene Maria Soares, revelou que os cerca de 50 professores envolvidos nesse atividade recebem capacitação específica para esse tipo de educação. Além disso, passam por um processo seletivo. “Os professores têm identidade, um olhar diferente para esses alunos, que lutam para conquistar um sonho, o sonho do aprendizado, o que foi interrompido ou adiado no passado”, disse a coordenadora.
A Secretaria de Educação prestou uma homenagem especial à aluna Janete Justino, de 40 anos, do polo Reinaldo Weingartner, que apreendeu a ler e escrever nessa fase da EJA e também foi diplomada.



Galeria de fotos: 4 fotos
Créditos: NAGIB DE PIERI/DIVULGAÇÃO/PMP NAGIB DE PIERI/DIVULGAÇÃO/PMP NAGIB DE PIERI/DIVULGAÇÃO/PMP NAGIB DE PIERI/DIVULGAÇÃO/PMP
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif