3e1661f837ddbbe2cfeee8ea72ad9b2c.JPG Multicampeão de Bicicross ministra palestra para 270 crianças e adolescentes do Madri

f53109fdbce259b39801fb7647a3629b.jpg Equipe BMX Palhoça conquista 13 medalhas no Catarinense de Bicicross


Tentativa de invasão à delegacia de Palhoça

Mais três suspeitos foram identificados

3d6b48ac8839e5badbe4e10c4e046c3f.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Texto: Isonyane Iris


“Invadir uma delegacia é a demonstração clara de que eles não temem a polícia. A que ponto chegou a ousadia dos bandidos?”, questiona Francisco Nazaré, ao saber sobre a tentativa de invasão à delegacia da Polícia Civil em Palhoça, na última semana. Os dois indivíduos que cortaram dois cadeados da porta externa da cela foram presos em flagrante e em depoimento contaram que estavam tentando soltar um dos presos. 

Foi na madrugada de segunda-feira (11), por volta das 4h20, quando eles entraram no pátio da delegacia da Polícia Civil, no Centro, e com alicates abriram os cadeados da porta externa da cela. Os policiais que estavam de plantão ouviram o alarme disparar e logo correram até a cela, onde encontraram os dois homens tentando cortar os outros dois cadeados da segunda porta. 

Naquela noite, havia 13 presos na cela, e um deles teria sido o motivo da tentativa de invasão. Ao serem presos em flagrante, os dois indivíduos foram interrogados e contaram que a invasão era uma tentativa de resgate a um dos presos. 

Além dos dois, outros quatro homens estariam envolvidos na ação. “Eles contaram que outros quatro teriam ficado do lado de fora, nas imediações da delegacia. Eles estariam armados e ocupavam um veículo e uma moto. Ao ouvirem os disparos de arma de fogo dos policiais, eles teriam fugido do local”, relata a delegada da Delegacia Regional da Polícia Civil em Palhoça, Beatriz Ribas Dias dos Reis.

A investigação trabalhou a semana inteira na identificação dos outros quatro homens que teriam fugido e já identificaram três deles, assim como o veículo e a moto utilizados por eles. Os trabalhos investigativos continuam e os dois indivíduos presos em flagrante continuam detidos.

Sobre a ousadia dos bandidos e a insegurança que isso gera ao povo palhocense, a delegada afirma que os meliantes estão cada vez mais audaciosos e “que receberam a resposta da polícia com a prisão dos já identificados e futuras prisões dos demais”. “A segurança pública hoje é motivo de preocupação no Brasil todo. É um setor que precisa de grande investimento, assim como saúde e educação no nosso país”, acredita.

 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • d83a8831fba6952d386c6501dc64c0ab.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.