Léo Weiss encara o primeiro Brasileiro este ano

Jovem pugilista do Aririú completa 15 anos de idade em 2019 e passa a integrar a categoria cadete

46b3795dd682e9437ae7da510e4ad545.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Quando vestiu as luvas pela primeira vez, em 2013, Leonardo Sadi Weiss já mirava este momento, em que teria idade suficiente para disputar um Campeonato Brasileiro de boxe. Foram seis anos de trabalho pesado na base, com 43 lutas, 36 vitórias e quatro títulos conquistados. Agora, Léo se prepara para encarar uma nova etapa na carreira, muito mais desafiadora, cercada de expectativa e recheada de perspectivas de sucesso.

Chegou a hora de colocar em prática tudo o que aprendeu na base. “Minha trajetória no infantil foi muito boa, não tenho do que reclamar, mas é agora, no cadete, que vai realmente começar. As coisas vão começar a ficar mais tensas e este vai ser o ano mais importante que eu vou ter até hoje, com meu primeiro Campeonato Brasileiro”, projeta o lutador.

O primeiro desafio é em Guarulhos (SP), na Copa Talento Infantil e Cadete Open Boxe Masculino e Feminino da Federação de Boxe de São Paulo (Febesp), entre 10 e 24 de fevereiro. Serão três lutas até o título do torneio. Léo vai disputar a categoria mais “leve” da Copa, para competidores com até 48kg; um grande desafio, já que o jovem pugilista do Aririú costuma lutar na categoria até 44kg. Nada que tire a confiança do garoto. “A confiança está boa, estou me sentindo bem e a evolução está sendo constante. A preparação está forte, estou treinando com um guri mais pesado do que eu. Tem que sofrer no treinamento para não sofrer na luta”, brinca. “Estamos treinando com um atleta com maior tamanho e peso do que o Léo. O menino pesa 20 quilos a mais, tudo isso voltado pra esse desafio de lutar duas categorias acima”, confirma o pai, Rodrigo Weiss.

Léo vem treinando duas vezes por dia, mesclando um treino técnico com um treino físico, e mais um trabalho de fortalecimento muscular orientado pelos profissionais da clínica GMK Fisioterapia. “A rotina do Léo está bem puxada, contando os treinos de boxe, fisioterapia e natação que ele faz, pra reforçar a preparação. Léo tem facilidade no aprendizado, isso torna sua evolução rápida e boa. Chegaremos bem preparados pra esse torneio”, garante o treinador, Charles Quintana.

Tanto esforço é necessário para encarar uma temporada desafiadora, com a disputa do Campeonato Paulista, em maio, e do Brasileiro, em julho. “Léo está bem treinado, fisicamente e tecnicamente. Estamos intensificando a preparação dele este ano, visando a esse campeonato em São Paulo, agora, em fevereiro, e com foco no objetivo principal deste ano, que é chegar bem preparado no Campeonato Brasileiro, para bater de frente com os melhores atletas do Brasil, e o Léo estará entre eles”, garante o treinador. “Em todos esses torneios, Léo já será avaliado pra chegar à tão sonhada Seleção Brasileira”, destaca Rodrigo, que segue na batalha em busca de patrocínio para viabilizar a empreitada - o que não é barato, afinal, o pugilista ficará três semanas em Santos, onde fará a preparação para as lutas da Copa Talento. Quem tiver interesse em colaborar com a equipe, pode entrar em contato com o Rodrigo pelo telefone 98407-0326.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif