Liga e associação afirmam que a bola vai rolar

Segundo semestre de 2019 terá jogos dos campeonatos municipais de futebol quase todos os dias

ccc5de7ffef8fbd20b1175bedab7b0e8.jpg Foto: Divulgação / Liga Palhocense de futebol

Apesar dos desentendimentos entre dirigentes da Liga de Futebol Palhocense e da recém-criada Associação de Clubes Amadores de Palhoça (Acaph) não estarem totalmente resolvidos, as diretorias de ambas instituições garantiram que  os campeonatos municipais vão acontecer. Juniores, 50ão e Segunda Divisão já têm data marcada para começar. O conselhos arbitral do 40ão acontece nesta quinta-feira (16) e o da Primeira Divisão está marcado para o próximo dia 23.
Como no calendário normal, os primeiros campeonatos já deveriam estar acontecendo, a agenda do segundo semestre de 2019 está lotada de jogos. “Pra quem gosta de futebol, vai ter jogos quase todos os dias pra assistir em Palhoça.”, diz Cleiton Rafael Abreu, diretor técnico da Liga Palhocense de Futebol Amador. Segundo ele, haverá jogos às segundas, quartas e quintas à noite, e aos sábados e domingos de manhã e de tarde. O presidente da Liga, Renato Irineu de Lima acrescenta que a instituição “ainda tem planos de organizar um campeonato de base, um futsal de base e um feminino”.
O primeiro campeonato a abrir a temporada será o 50ão, com nove times confirmados e data marcada para 16 de junho, às 20h30, um clássico do Aririú da Formiga: Catarinense x Liverpool. Será disputado com turno, semifinal e final. A Segunda Divisão este ano tem duas estreias: Palhoça, um grupo de jogadores de diferentes lugares que decidiu entrar nas competições da Liga, e os Biriteiros, que estava há quatro anos sem jogar campeonatos. Os jogos iniciam no dia 3 de julho, no Passa Vinte, com Noroeste x Biriteiros. Os quatro times do grupo farão turno, returno e final. Já o Juniores, agora organizado separado da Primeira Divisão, começa dia 13 de julho, com Paissandu x Atlântico, às 19h30, no Aririú. Os seis times na disputa farão turno, semifinal e final.

Novela no futebol palhocense
O jornal Palhocense tem acompanhado a novela que os campeonatos municipais de futebol se transformaram desde o último ano. Com o cancelamento do campeonato da Primeira Divisão, que aconteceria em agosto passado, processos na Justiça e a criação de uma associação de clubes dissidentes, um grande ponto de interrogação pairava sobre os próximos campeonatos.
Desde 1985, foi a primeira vez que não houve jogos da Primeira divisão, nem do Juniores, que aconteciam junto. As discordâncias iniciaram com uma discussão sobre federar ou não os jogadores do campeonato. O problema maior foi que, segundo a atual direção da Liga, no conselho arbitral os times concordaram em federar o campeonato e depois alguns clubes voltaram atrás. Renato afirma que a Liga possui a ata com a assinatura dos clubes. Como alguns clubes já haviam gastado com documentação e transferências de jogadores, eles se negaram a participar de um campeonato não federado e ameaçaram ir à Justiça. Do outro lado, outros clubes não queriam a federação, com argumentos de custos e dificuldades com a documentação. Toda a questão gerou um processo judicial, hoje ainda em andamento, questionando a ata do conselho arbitral.
No final do ano, novas polêmicas cercaram, desta vez, as eleições da Liga. A eleição foi apertada, quatro votos a três, sendo que alguns times não puderam votar. Dessa questão surgiu outro processo judicial e a chapa que perdeu criou a Associação de Clubes Amadores de Palhoça.  
No início de 2019, a Acaph cogitava organizar os mesmos campeonatos oferecidos pela Liga, mas acabou realizando apenas a Copa da Amizade. Liga e Associação reuniram-se com o prefeito Camilo Martins, para entregar os projetos de custeio dos campeonatos – no valor de R$ 100 mil,  que cobrem as despesas com arbitragem de todos os jogos. Camilo propôs uma conciliação e no dia 1º de abril foi realizada uma reunião entre a Liga e a Associação, mediada pelo vice-prefeito, Amaro Junior (MDB), e o presidente da Fundação Municipal de Esporte e Cultura, José Virgilio Júnior (Secco). No dia 2, Amaro comemorou o acordo entre os times em um post nas redes sociais, mas no dia 3, na assembleia de homologação da parceria, a Associação abriu mão do acordo que envolvia recomposição da diretoria e retirada dos processos. 
Depois disso, Rogério Cardoso, presidente da Acaph, procurou Renato e pediu nova eleição com os 14 clubes aptos a votar. A Liga não concordou, mas a confirmação da participação dos times dissidentes veio dias depois. Rogério enviou, em nome da associação, uma mensagem para o advogado da Liga, afirmando que não queriam os cargos da direção, não tirariam a ação contra a Liga, que iriam fazer os campeonatos todos com a Liga e que fiscalizariam e pediriam os resumos financeiros mensais dos campeonatos. 


Tabela
Confira as tabelas das primeiras rodadas dos campeonatos já confirmados. A do 50ão aguarda a confirmação de um time.

JUNIORES
13/07, 19H30: Paissandu x Atlântico
14/07, 15h: Cascalho x Rio Grande
14/07, 15h: Eldorado x Liverpool

2ª DIVISÃO
03/07, 20h30: Noroeste x Biriteiros
04/07, 20h45: Palhoça x Pura Arte



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: Divulgação / Liga Palhocense de futebol Divulgação / Liga Palhocense de futebol
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif