Paratleta de PH garante vaga em Tóquio-2020

A remadora paralímpica Josiane Lima, moradora da Pedra Branca, conseguiu classificação para disputar sua quarta Paralimpíada

674041d3dd8b9c1f6bcaf16397bf6eb8.jpg Foto: CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE REMO/DIVULGAÇÃO

A remadora paralímpica Josiane Lima, moradora da Pedra Branca, conseguiu classificação para disputar sua quarta Paralimpíada. Ao lado do remador Michel Pessanha, Josiane conquistou o quinto lugar no Campeonato Mundial de Remo Sênior 2019, disputado em Linz, na Áustria, e encerrado no último final de semana, na categoria Double Skiff Misto PR2 (PR2 Mix2x).
A dupla iniciou o Mundial com a segunda posição na bateria eliminatória, classificando-se para a semifinal A/B, onde conquistou novamente a segunda posição. Com esse resultado, os atletas disputaram a final A, encerrando sua participação com o quinto lugar e garantindo a vaga nas Paralimpíadas de Tóquio-2020. Os oito países melhores colocados no ranking da categoria conquistaram a vaga. Josiane rema atualmente pelo Aldo Luz (SC), e Michel, pelo Flamengo (RJ). “Temos boa chance de buscar medalha em Tóquio em 2020, desde que com apoio e planejamento adequado”, comenta Josiane, que foi medalha de bronze em sua primeira Paralimpíada, em Pequim-2008.
A nota triste da competição foi a morte do paratleta Dzmitry Ryshkevich, de Belarus, durante um treino preparatório. O dispositivo de flutuação do barco do atleta, de 33 anos, se quebrou; ele conseguiu se libertar dos cintos de segurança do barco, porém, sem ter mobilidade nas pernas, não conseguiu emergir e afundou nas águas do rio Danúbio. “Foi muito difícil sair da raia, ao final da competição, e saber que nas águas do Danúbio morreu nosso colega atleta em pleno campeonato mundial. E tinha todas as condições de conquistar a vaga para o Japão 2020, um sonho pra qualquer atleta”, lamentou Josiane.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif