Que tal ser padrinho de um atleta?

Projeto de caratê traz proposta diferenciada no Caminho Novo

f727ac4cf6d627249fa1451f3d022c88.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

O caratê de Palhoça está desenvolvendo um projeto social no Caminho Novo. Além de divulgar a arte, vai dar novas oportunidades para crianças a partir de seis anos, moradoras do bairro. O projeto desenvolvido pelo sensei Heverton Alessandro traz a possibilidade de um empresário ou empresa adotar uma criança, apadrinhando-a com os equipamentos necessários para a realização dos treinos e as aulas de cidadania, presentes no caratê.

As atividades acontecem no ginásio do Caminho Novo, todas as segundas e quartas-feiras, das 15h às 16h30, numa parceria que envolve a Prefeitura de Palhoça e a Associação Hórus de Karatê-Do Shotokan, núcleo Palhoça. As atividades são totalmente gratuitas. 

A principal meta, é levar os ensinamentos da arte e claro, a filosofia que a mesma impõem aos seus praticantes; ensinando que é uma arte de defesa pessoal, formação do caráter e cidadãos e cidadãs de bem.

As aulas iniciaram no dia 20 de fevereiro e no primeiro dia três crianças iniciaram as atividades. Com menos de um mês, sem nenhum tipo de recurso, além da estrutura disponibilizada, as aulas já contam com cerca de 25 crianças, jovens e adolescentes.

As empresas que adotarem terão suas marcas anexadas ao trabalho, nas redes sociais, nos materiais de publicidade e apadrinharão o aluno através da compra de um karate-gi (conhecido como quimono) e os exames de graduação, que serão realizados de quatro em quatro meses.

O sistemática do apadrinhamento se dará no acompanhamento das atividades. A cada 10 padrinhos fechados, uma pequena solenidade de entrega dos karate-gis será realizada, com a presença dos colaboradores em data oportuna, onde os afilhados vão conhecer seus padrinhos e os padrinhos o projeto como num todo.

O investimento monetário é pequeno, face ao grande valor que o caratê pode trazer aos alunos, garantindo a sociedade cidadãos e cidadãs mais conscientes, objetivo central do trabalho. 

Para colaborar tornando-se um padrinho ou madrinha, basta entrar em contato com o sensei Heverton através do WhatsApp 99927-2455.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif