Ricardo Martins encara o Rally dos Sertões

Piloto de Palhoça já está em Campo Grande (MS), onde será a largada do rali deste ano

3f165c4581609ef760de13cc5f049218.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

A 27ª edição do Rally dos Sertões começa neste sábado (24) e promete ser uma das mais desafiadoras de todos os tempos, segundo a organização do evento. Mas isso não intimida o piloto de Palhoça Ricardo Martins, que embarcou na terça-feira (20) rumo a Campo Grande (MS), cidade que receberá a largada da competição pela primeira vez.

Ao todo, serão oito etapas (além do prólogo de sábado, que serve para indicar a ordem de largada), que somarão 4,9 mil quilômetros de prova - 60% (2.86 mil km) será de trechos cronometrados. Esta edição terá a maior Especial (trecho cronometrado) e a maior etapa Maratona de toda a história do Rally dos Sertões: serão 300km da 5ª etapa e mais 540km da 6ª, totalizando 840km na região do Jalapão, onde os pilotos não poderão contar com o apoio de seus mecânicos. “Acho que vai ser a prova mais dura dos últimos anos e essa etapa Maratona no meio do Jalapão vai colocar a nossa resistência e a dos nossos equipamentos à prova como nunca, mas fiz um bom trabalho de preparação ao longo do ano para chegar neste momento pronto para enfrentar qualquer desafio”, revela o piloto, que é o atual vice-líder da categoria SuperProduction no Brasileiro.

Para chegar em sua melhor forma para essa prova, Ricardo Martins desenvolveu um programa de microciclos de treinamentos, focados nas particularidades de cada corrida que disputou ao longo do primeiro semestre. A partir da disputa do Rally Caminhos da Neve, na primeira semana de julho, Ricardo passou a realizar longos treinamentos diários com moto, além de sessões de natação, bicicleta e musculação para fortalecer tanto a parte muscular quanto a aeróbica.

O piloto ainda destaca que ter conseguido cumprir todos esses treinos sem nenhuma lesão foi algo muito importante para chegar à prova com 100% de suas condições. “Venho o ano inteiro disputando o Campeonato Brasileiro e treinando, mas nos últimos dois meses eu intensifiquei os treinos, mais focado ao Rally dos Sertões, tudo deu certo, nenhuma lesão durante os treinos, tudo correndo bem, o equipamento está perfeito, moto, pneus”, reflete. “Eu já venho correndo de Yamaha desde 2013, confio muito no equipamento e me sinto muito bem em cima da moto. No ano passado a gente foi vice-campeão na geral e campeão na categoria SuperProduction, então este ano a gente busca subir mais este degrau na geral para ganhar o Rally na geral. A gente está confiante e vamos seguir toda a equipe para fazer um bom trabalho”, finaliza.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif