a0dd6b937368a9129ff74e66b9d8287b.jpg Pakão destaca importância de parcerias com as entidades comunitárias

47e9d11c950f6c2b855c6d5459a7df6b.jpg Bala pede providências em relação a imóveis abandonados na Ponte do Imaruim

b4f4826d3b000be90291ab7bb373e9f4.jpg Reforma administrativa na gestão municipal provoca polêmica


Casa de Coquinha recebe reforma

Obra foi feita com dinheiro arrecadado em campanha solidária

db23fe1efc89bb0a79df22acfc499b6c.JPG Foto: NORBERTO MACHADO

A dedicação de voluntários trouxe um sopro de esperança de dias melhores para Ademir Machado, o popular Coquinha. A campanha "Uma Casa Para o Coquinha" encerrou neste início de 2018, praticamente um ano depois que o morador do Bela Vista recebeu o título de Amigo do Futebol Palhocense. Foi nesta homenagem, que fez parte do cerimonial do prêmio Seleção do Campeonato Palhocense de Futebol 2016, que o jornal Palhocense e a página online Esporte Amador se sensibilizaram com a condição de moradia da família e desde então batalharam, junto a amigos, apoiadores e populares, para tentar dar uma vida mais digna ao homenageado, que mora com a mulher e dois filhos em condições precárias.
Uma nova casa ainda não foi possível, mas o dinheiro arrecadado com a campanha foi suficiente para bancar uma pequena reforma na residência da família. "A gente fez uma cobertura, para não molhar mais ali", aponta Coquinha, mostrando parte da reforma, no telhado da casa. Paredes de madeira foram substituídas por estruturas de concreto e um novo piso foi feito na área de serviço e na cozinha. "Esta parte aqui é nova. A parede antes era de madeira. Ali atrás também. Aqui molhava tudo. Até que agora não tem mais calor aqui dentro, antes era um calor danado", relembra.
Outras providências foram a troca das instalações elétricas. As tomadas e os bocais para as lâmpadas também foram trocados. "Agora tem que fazer a casa pra lá", projeta, mostrando a área onde ficam os quartos.
O portão de entrada da casa também foi reformado - mas possivelmente será ampliado, porque continua muito baixo. Coquinha conta que um médico esteve na casa para atender a família e bateu com a cabeça no portão de entrada. O médico o conhecia, havia sido aluno em uma das escolinhas que ele sempre manteve gratuitamente, para encaminhar a criançada no saudável caminho do esporte. "Ele me disse: 'Eu fui teu aluno, tu me ensinou a jogar futebol, mas eu não aprendi, então fui ser médico'", diverte-se.



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 2 fotos









Mais vistos

Publicidade

  • f442682c3963e9476975fad0ac4b9198.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.