a0dd6b937368a9129ff74e66b9d8287b.jpg Pakão destaca importância de parcerias com as entidades comunitárias

47e9d11c950f6c2b855c6d5459a7df6b.jpg Bala pede providências em relação a imóveis abandonados na Ponte do Imaruim

b4f4826d3b000be90291ab7bb373e9f4.jpg Reforma administrativa na gestão municipal provoca polêmica


Exposição retrata cotidiano do povo guarani

Fotos tiradas em comunidades indígenas estão expostas no Continente Park Shopping

3d81e4a9eb0535dcd994a797b0cf63fc.jpg Foto: WERA I/ DIVULGAÇÃO

A mostra fotográfica "Aranduá" traz imagens produzidas por indígenas de 10 comunidades guarani localizadas nos municípios de Palhoça, Biguaçu e Canelinha. A abertura da exposição, na última terça-feira (23), contou com uma roda de conversa com os autores das 27 obras expostas. As imagens estão abertas à visitação no Continente Park Shopping, em São José, até o dia 18 de fevereiro.

A mostra é resultado de uma oficina de fotografia que aconteceu dentro e fora das comunidades no âmbito do processo de licenciamento ambiental do Contorno Rodoviário de Florianópolis, como uma das medidas de compensação relativas aos impactos da obra.

 

Olhar indígena

Muitas pessoas não sabem da existência dessas comunidades tão próximas de suas casas e da Capital. Dessa forma, a exposição é um convite para passear um pouco pela cultura guarani, quase sempre invisível aos olhos das sociedades urbanas contemporâneas.

"Aranduá" significa conhecimento/sabedoria na língua guarani e expressa exatamente o que se objetiva repassar: o conhecimento sobre a presença desse povo que possui características únicas em sua organização social, cultura, religião e língua, possibilitando o protagonismo dos guarani como fotógrafos singulares, capturando as imagens de fragmentos dos seus modos de vida.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • f442682c3963e9476975fad0ac4b9198.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.