a0dd6b937368a9129ff74e66b9d8287b.jpg Pakão destaca importância de parcerias com as entidades comunitárias

47e9d11c950f6c2b855c6d5459a7df6b.jpg Bala pede providências em relação a imóveis abandonados na Ponte do Imaruim

b4f4826d3b000be90291ab7bb373e9f4.jpg Reforma administrativa na gestão municipal provoca polêmica


Neném marca posição contra reforma administrativa

Vereador questiona criação de "cargos políticos" e discrepâncias salariais

90a1c48a045f13333eb28bd908b52f00.JPG Foto: DIVULGAÇÃO

Na última quinta-feira (25), em sessão extraordinária na Câmara de Vereadores, foi aprovado com três votos contrários, Projeto de Lei complementar que institui uma reforma administrativa, que, segundo o vereador Neném do Bertilo, tem como objetivo a criação de novos cargos políticos. Dentre eles, os de "coordenadores regionais" ou, simplificando, "coordenadores de bairros", encarregados de assessorar e fiscalizar serviços, com salários que vão de R$ 4 mil a R$ 8 mil. 

O vereador Neném do Bertilo mostrou-se contrário à criação desses cargos, tendo em vista que "se tinha na Prefeitura o cargo de 13 secretários e foi para 18. Tem 18 secretários adjuntos, por que criar mais 15 cargos de coordenadores?", contesta o vereador.

Outro questionamento do parlamentar é o porquê da disparidade dos salários desses "coordenadores". Segundo ele, em bairro como a Barra do Aririú, o coordenador receberá o salário de R$ 4 mil, enquanto que no bairro Rio Grande (menor do que a Barra) ganhará R$ 8 mil.

A proposta do vereador seria equiparar esses salários em R$ 4 mil para todos os cargos. Neném questiona ainda o motivo dessa "desigualdade" de salários e pergunta: "Por que somente alguns bairros ganharão esse coordenador? E o Sul de Palhoça que vem sendo esquecido constantemente?"

Ele lembrou também que tem solicitado com insistência a recriação da Secretaria do Sul, porém não foi atendido em nenhuma de suas solicitações.
Na mesma sessão, o vereador Rodrigo Quintino (PSB) apresentou a proposta de uma emenda,  que foi apoiada pelo vereador Neném, mas rejeitada pelos demais vereadores. A proposta igualaria o salário desses cargos e ampliaria o "coordenador" para os demais bairros. "Por que os demais vereadores votaram a favor da reforma e contra a emenda?", pergunta Neném e completa: "São muitos os porquês que merecem esclarecimentos". 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • 338e94764dd53187027340c12355b39d.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.