a0dd6b937368a9129ff74e66b9d8287b.jpg Pakão destaca importância de parcerias com as entidades comunitárias

47e9d11c950f6c2b855c6d5459a7df6b.jpg Bala pede providências em relação a imóveis abandonados na Ponte do Imaruim

b4f4826d3b000be90291ab7bb373e9f4.jpg Reforma administrativa na gestão municipal provoca polêmica


Surfista da Guarda é vice-campeã da etapa inicial do Rip Curl Grom Search 2018

Lanai Henrique disputou a categoria até 16 anos

a91e54616d6205dc62b234cbebe0015c.jpg Foto: MARCIO DAVID/DIVULGAÇÃO

A surfista de Palhoça Lanai Henrique foi vice-campeã da categoria sub-16 da etapa inicial do Rip Curl Grom Search 2018, disputado no domingo (28), na Prainha, em São Francisco do Sul, litoral Norte de Santa Catarina. 

A competição contou com boas ondas de até 1,5 metro, e reuniu surfistas de 10 estados. O evento também prestou homenagem ao surfista Jean da Silva, falecido em 2017 e que por 10 anos foi atleta da equipe Rip Curl, patrocinadora do evento.

Lanai foi a única catarinense na bateria final do feminino sub-16. Ela encarou Sophia Medina (a irmã caçula de Gabriel Medina, de apenas 12 anos), Júlia Duarte e Pamella Mel. Sophia manteve um ritmo forte, abrindo com uma nota 6,25 e não foi ameaçada.

Quem vibrou com a vitória de Sophia foi Gabriel Medina, que acompanhou a disputa ao vivo pela internet e logo após postou um depoimento em sua rede social. "Parabéns pequena! Feliz por você. Aproveita! Te amo", declarou o primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, e que também passou pelo Rip Curl Grom Search quando adolescente, sendo também campeão internacional, em 2010, na Austrália, antes de explodir como profissional.

A segunda e última etapa será em Búzios (RJ). Lanai está na briga pelo título. Os campeões da categoria, na soma das duas etapas, estarão garantidos na final internacional do evento, em local ainda a definir. "Esse foi o melhor evento que competi. Treinei muito para conseguir fazer uma boa colocação na primeira etapa. Agora vou treinar mais pra brigar pelo título em Búzios, dias 25 e 26 de fevereiro. Esse campeonato é o mais importante sub-16 de surfe do Brasil e todos que estão lá estão treinando muito também. No ano passado, consegui ficar em quarto lugar na primeira etapa e neste ano queria subir mais minha colocação entre os melhores do Brasil", observa Lanai. "Ainda tenho mais três anos para disputar esse evento, então tento não me cobrar muito, mas treino ao máximo para conseguir meu objetivo. Estou muito feliz e vou com tudo pra Búzios. Agradeço muito a Deus, meus pais, família, amigos e apoiadores que torcem por mim e me dão muita força", agradeceu.

O desempenho da palhocense rendeu elogios. "A performance da Lanai foi muito boa, estava difícil, com ondas de 1,5 metro e ela se superou. Por pouco não venceu o evento. Dos últimos anos para cá, a Lanai teve um aumento de potencial muito grande, evoluiu muito e vem sendo um dos destaques do nosso surfe feminino. Parabéns para a Lanai pela evolução muito grande do seu surfe. Dedicada, guerreira, raçuda", elogia Maikil Alexsander Schroeder, o Balu, técnico da equipe catarinense de surfe. "Ela disputou de igual para igual com a Sophia Medina e com certeza vai para Búzios representando Santa Catarina tentando conquistar o título", projeta o treinador.



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 2 fotos









Mais vistos

Publicidade

  • f442682c3963e9476975fad0ac4b9198.jpg

Destaques

  • Nenhuma matéria relacionada.