f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Maiara Coelho relembra contato com Marília Mendonça e prepara show em homenagem à cantora

Apresentação do Especial Marília Mendonça será no feriado de 15 de novembro, no Greco Beach Club, na Guarda do Embaú

ccdfab125b0522880ede97cf70b36f55.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Por: Willian Schütz*

Pessoas de todo o país ficaram abaladas com o falecimento da cantora Marília Mendonça, na última sexta-feira (5). A artista de 26 anos e mais quatro pessoas foram vítimas fatais de um acidente aéreo na zona rural de Caratinga, no leste de Minas Gerais. E para homenagear e relembrar parte dos sucessos da artista, a cantora palhocense Maiara Coelho comanda o Especial Marília Mendonça, no feriado, no Greco Beach Club, na Guarda do Embaú.

Maiara Coelho assina sucessos como “Balada com as Amigas”, “Tô Judiada”, “Mulheres Guerreiras'' e "Se Beber não Liga”. Considerada nome de peso da música sertaneja de Palhoça, sentia forte ligação com Marília Mendonça. 

Entre 2018 e 2019, a palhocense morou cerca de um ano e meio em Goiânia, capital de Goiás, grande celeiro da música sertaneja. Lá, ela teve a oportunidade de conhecer Marília, através de um amigo em comum. “Fomos em um aniversário do nosso amigo, o Vitor. Tive contato com ela, nós conversamos, tomamos umas, e isso foi um dia depois dela ter feito a inauguração da Arena Petry. Então, foi uma época bem especial, porque eu estava com o coraçãozinho apertado por estar lá e não aqui. Eu cheguei a falar isso para a Marília. Foi algo tão eufórico que eu nem consegui dormir direito nessa noite. Isso porque eu tive a oportunidade de ver ela mais de perto, como pessoa, com os amigos, de ouvir algumas conversas”, relembra a artista de Palhoça. 

Maiara também disse que conhecer a ídolo foi algo tão inspirador que serviu como um divisor de águas para a palhocense. “A Marília era uma pessoa realmente incrível. Aquilo mesmo que ela deixava transparecer nas entrevistas e nas redes sociais. Era uma pessoa realmente muito coração, muito verdadeira e muito intensa. Mas como artista, ela era uma grande referência para mim”, conta Maiara. 

Além disso, a estrela goiana serviu de exemplo como mulher, segundo a compositora de Palhoça. “Eu tenho quase 14 anos de carreira. Quando comecei a cantar, a Marília ainda não existia no cenário como cantora, ela apenas compunha. A gente tinha muita dificuldade de entrar nos lugares, porque muitos contratantes achavam que ‘mulher não tem voz para cantar sertanejo’. Mas com a chegada da Marília e das demais artistas, com letras muito fortes e um grande talento, todo mundo teve que respeitar e aceitar que mulher também pode cantar sertanejo. Então, a gente, artista, só tem a agradecer, porque ela abriu um leque e um cenário para todas nós”, argumenta Maiara.

“Fica um buraco gigante que nunca vai ser preenchido, porque a Marília foi sensacional. Porém, a gente precisa continuar o legado que ela iniciou. Nós, como artistas, não podemos deixar a voz da Marília se calar. A gente ainda vai cantar as músicas dela pelo resto das nossas vidas para honrar tudo o que ela fez e toda a importância que ela tem, para que seja eterno”, finaliza Maiara Coelho.   


Tributo

Segundo a organização, no especial marcado para dia 15 de novembro, “ninguém vai sofrer sozinho, todo mundo vai sofrer, com um repertório inesquecível da música sertaneja”. 

O evento deve começar às 11h e se estender ao longo da tarde de feriado.

No primeiro lote, os ingressos custam R$ 10 (mais R$ 2 de taxas) para as mulheres e R$ 30 (mais R$ 3 de taxas) para os homens. Para adquirir, basta acessar o site: linktr.ee/GrecoBeach_Club.

Além de Maiara Coelho, os músicos Jean Carlo e Rhuan Ramires também devem prestar homenagens no palco do Greco Beach Club.

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg