PalhoPet - Edição 727

Cremação animal: responsabilidade e amor no adeus

Nosso entrevistado da semana foi Júlio Gracias, gestor comercial do Crematório Pet Vaticano. Ele veio nos falar sobre a importância de cremar o seu pet ao invés de enterrá-lo no fundo do quintal, trazendo cuidado emocional em relação à perda e também um cuidado com o meio ambiente, pois o chorume atinge o lençol freático, trazendo malefícios ao solo e às nascentes de água.

Sabemos como é dolorosa a perda de um pet, pois ele é um membro da família. Hoje o crematório disponibiliza algumas maneiras especiais de guardar o seu pet na memória: pingentes, urnas ecológicas e até diamantes; isso mesmo, diamantes. O pelo do seu Pet pode virar um diamante.

Mesmo que os animais sejam bem embalados, a decomposição (mais especificamente o necrochorume) contamina o solo e os lençóis freáticos. Quando se trata de animais que morreram em decorrência de doenças que podem ser transmitidas para o homem, como leptospirose, raiva e toxoplasmose, entre outras viroses, a situação pode ficar mais grave ainda.

Existe uma lei ambiental para punir o descarte do pet de forma errônea, sem o procedimento correto.

Trata-se do Artigo 54 da Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998. "Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora: Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa."


Campanha para identificação de animais

Sempre é importante colocar uma coleirinha com plaquinha de identificação no seu pet. Coloque ali o nome do seu pet e seu telefone.

Quando encontrar um animal na rua, é importante segurá-lo com você, até que o dono seja encontrado.

Essa é uma campanha realizada nas redes sociais pela Andréa Silveira Almeida, que sonha com o dia em que não veremos mais cachorrinhos perdidos nas ruas, passando medo, fome e correndo risco de morte.


Dica de sáude – Vet Max

Por que devo castrar meu cão ou gato?

A castração é muito importante, pois evita diversos problemas futuros para o seu melhor amigo. Algumas doenças como o câncer e infecções, assim como brigas, abandono nas ruas, entre outros, podem ser evitadas realizando a cirurgia na idade certa. Agende um horário e esclareça suas dúvidas com nossos profissionais. Estamos te esperando!!!


Dicas

Vacinar seu pet é primordial para que ele tenha boa saúde. A partir dos 45 dias de vida, ele já deve tomar a primeira dose, a segunda dose entre 21 a 30 dias após a primeira, e a terceira dose entre 21 a 30 dias após, a segunda dose.
Logo após deve tomar a vacina contra a raiva.

Essas são as principais, mas existem outras vacinas que seu pet pode tomar para ter uma maior proteção. Consulte seu veterinário.


Boas novas

Na última quarta-feira (18), entrevistamos o vereador e secretário municipal Rodrigo Quintino. Ele nos trouxe, com exclusividade e em primeira mão, boas novas para os pets de Palhoça. Não perca nossa próxima edição - vai estar animal!


Agenda pet

18° Multidão para castração de cães e gatos 
Realização:
Clínica Projeto Castração e Instituto Ecopet.
Local: Comunidade Prado – Biguaçu
Dia 29/02 – Sábado
Mais informações (48) 99161-5397

 

Ainda sobre o Toddy..... 

Toddy ainda espera ansioso por um novo lar, ele está disponível para adoção responsável. Ele é um cachorro que precisa de espaço, tem muita energia pra gastar, precisa de brinquedos, passeios, atenção e carinho, como todo pet. Menino Toddy - ano e meio - Para adotar, fale com a Gleice - 98800 8107 

 

 

Aniversariante da semana

"Eu sou o Nino, estou em lar temporário desde filhotinho. No dia 28 de fevereiro, faço um aninho, e eu continuo esperando alguém para amar.  Sou brincalhão, carinhoso e me adapto com outros aninais.
Quantos parabéns eu mereço? 
Quer me adotar? Fale com a Jordana, minha cuidadora. O telefone dela é  48 9967-3986"



Publicado em 20/02/2020 - por PalhoPet

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif