0018acfd3a4589ba9a37dec3dfe3f847.jpg Covid-19: como fica a vacinação nesta quarta-feira (08)

5fc9fe267fd4209dc5ec0527bef52bfd.jpeg Polícia Rodoviária Federal promove doação de brinquedos

ad429bfc43c61bfcd1caca1612b59100.jpeg Encontro virtual sobre mudanças climáticas e sociais ocorre nesta terça (7)

69e772c5808f26b5e49e0f2b22975e57.jpg Secretaria de Saúde reforça importância da aplicação da dose de reforço

c8c125531c8b83654f9309cecc6a2724.jpeg PRF flagra 37 motoristas dirigindo sob efeito de álcool em Palhoça

11d4d8dfbedca0fc2f3758ec2013de07.jpg Final da Copa Sênior Palhoça de Futebol é nesta terça-feira (7)

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

Família Avila desbrava novos caminhos

A bordo da Kombi Fiona, família do Nova Palhoça vai visitar Argentina, Chile e Uruguai neste final de ano

930de8f23237f5fc4f234ae814412be7.jpg Foto: LUCIANO SMANIOTO

A inquieta família Avila vai aproveitar o período de festas deste final de ano para desbravar novos caminhos pela América Latina. Em 2011, o professor Antonio Ricardo Avila e sua turma de aventureiros fizeram uma viagem ao deserto do Atacama e percorreram toda a costa do Chile. Desta vez, a bordo da Kombi Fiona, eles farão uma expedição de cerca de 25 dias por Uruguai, Argentina e Chile.

A data de partida está marcada, 25 de dezembro, com a bênção de São Nicolau. Já a data de retorno é incerta. Isso porque a ideia dos Avila é aproveitar ao máximo todas as experiências que a viagem pode proporcionar. A meta de percorrer o roteiro escolhido em 25 dias pode ser ampliada, dependendo da dimensão do encantamento com os lugares visitados. E certamente não faltarão lugares encantadores ao longo do trajeto, que inclui a costa uruguaia; a Rota dos Sete Lagos e Bariloche, na Argentina; além da subida ao vulcão Villarrica, em Pucón, nos Andes chilenos.

A viagem será a bordo de uma Kombi (Ricardo é apaixonado por - e coleciona - carros antigos), carinhosamente chamada de Fiona - provavelmente em função da pintura que embeleza o veículo, em um tom verde-Shrek. Fiona é tão generosa que além de transporte também vai providenciar abrigo à família. A Kombi foi adaptada e transformada em um motorhome, com fogão, bujão de gás, televisor, conversor de voltagem, frigobar e tudo mais que a turma possa precisar para “acampar” ali dentro. Por uma questão de economia, Antonio, Silvia e o filho mais novo do casal, Antonio Ricardo Filho, de 13 anos, vão dormir a maior parte do tempo na própria Kombi; a filha Iassana, de 23 anos, e o namorado, Rafael Koerich, vão se acomodar em uma barraca. O sexto integrante da trupe é o cãozinho Ted, que não tem uma patinha e foi acolhido da rua pela filha mais nova, Laura, há oito anos - Laura faleceu em um acidente de automóvel, e desde então, Ted tem sido um companheiro inseparável nas aventuras dos Avila. “Na medida que cansar um pouco, a gente pega um hotel, um ou dois dias, para dar uma relaxada”, projeta Ricardo.

Ele certamente vai cansar. Afinal, é ele que vai guiar Fiona pelas veias abertas da América Latina. E não é pouca  coisa: contando ida e volta, são pelo menos 7,8 mil quilômetros. A ideia é viajar 400km por dia, 200km pela manhã e o restante do trajeto à tarde.

Além de dirigir, Ricardo assumiu outro desafio. Como gosta muito de cozinhar, ele se propôs a preparar, todos os dias, um cardápio diferente a bordo da Kombi, prestigiando os pratos típicos da região visitada. A aventura culinária será divulgada no canal da família no YouTube: Família Avila Desbravando Caminhos (acesse em: bit.ly/2ExN7ZR).

Seja pilotando o fogão ou o volante da Kombi, o certo é que Ricardo vai viver altas aventuras nesta viagem - literalmente altas, porque o vulcão Villarrica, por exemplo, fica a 2.847 metros de altitude. O roteiro foi definido principalmente com base em relatos de outros viajantes. O professor faz parte de um grupo no WhatsApp com viajantes de Kombi no mundo todo. À medida que as informações são partilhadas por outros aventureiros no grupo, vai identificando lugares que gostaria de visitar e a parti daí vai moldando o roteiro. Ricardo escolhe a rota e Silvia dá seus palpites. “Eu deixo pra ele, só às vezes eu questiono: por que ir por aqui e não por ali?”, conta a esposa. “Ela gosta, mas não tanto quanto eu. Não sei se um pouco ela vai mais pela minha empolgação”, diverte-se Ricardo, que não vê a hora de colocar o pé na estrada. “Estou contando os dias”, admite.



Galeria de fotos: 3 fotos
Créditos: LUCIANO SMANIOTO LUCIANO SMANIOTO LUCIANO SMANIOTO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg