Coluna Policial - Edição 700

PM apreende 248kg de maconha

11d3c6621df17f92aea5a3557baf0d34.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

POLÍCIA CIVIL REALIZA EVENTO

A Delegacia Regional da Polícia Civil em Palhoça organizou uma agenda de eventos para comemorar os 207 anos da corporação. A programação iniciou na terça-feira (30), com doação de sangue no Hemosc, em Florianópolis.

Outros quatro eventos estão programados para esta quinta-feira (1). Das 9h ao meio-dia, o pátio da delegacia da Comarca de Palhoça vai receber uma ação social, com a presença do canil da Polícia Civil e do Cope. Serão disponibilizados serviços gratuitos, como aferição de sinais vitais, teste de glicemia, avaliação odontológica e recreação infantil. O evento é gratuito e aberto a toda a comunidade. “Queremos chamar a comunidade para conhecer a Polícia Civil”, comenta a delegada Michele Alves Correa Rebelo, que comanda a Delegacia Regional.

A partir das 16h, acontece a cerimônia oficial de homenagem ao aniversário, na Unisul, na Pedra Branca, com confraternização entre policiais e colaboradores da Delegacia Regional e homenagem ao policial destaque e ao “amigo da polícia”.

Na segunda-feira (5), haverá uma nova cerimônia, na Câmara de Vereadores, a partir das 18h. 


APREENSÃO DE DROGAS

A Polícia Militar apreendeu 248kg de maconha na noite de sábado (27), no Caminho Novo. Na casa onde a droga foi localizada, os policiais encontraram um homem de 44 anos, com passagens criminais por violência doméstica, ameaça e injúria. Ele informou que desconhecia a existência do material na casa e que o quarto onde estava a droga pertence ao sobrinho, que não se encontrava no local no momento da abordagem. 


CRIMES DE ROUBO

Na tarde de sexta-feira (26), policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça prenderam dois homens com mandados de prisão preventiva expedidos este mês. Um deles, um homem de 36 anos, foi preso no Bela Vista; o outro, um rapaz de 22 anos, foi capturado no Brejaru. 


TRÁFICO DE DROGAS

A Polícia Civil, por intermédio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) e com apoio operacional da Delegacia da Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Palhoça, realizou, na manhã de sexta-feira (26), operação para o cumprimento de três mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão de pessoas envolvidas com o tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. A operação teve origem após uma grande apreensão de armas e drogas, em junho, no Caminho Novo. As investigações identificaram os responsáveis pelos crimes, que foram presos na manhã de sexta-feira. Os três foram transferidos para o presídio da Capital. 


QUADRILHA

A Polícia Civil, através da DIC e da delegacia de Polícia da Comarca de Palhoça, esclareceu uma série de furtos registrados em Criciúma e praticados por uma quadrilha no final de 2018. Três homens foram presos e indiciados pelos crimes de furto e associação criminosa. Em maio, os policiais localizaram e prenderam dois dos três envolvidos. O último deles foi preso na sexta-feira (26), em uma residência no Brejaru. Segundo a polícia, as três prisões ocorreram no conjunto das comunidades do Brejaru e Frei Damião. 


USO DO CELULAR AO VOLANTE

Policiais rodoviários federais do Grupo de Fiscalização de Trânsito flagraram, em seis dias de trabalho na BR-101, entre São José e Palhoça, um total de 374 condutores fazendo uso do aparelho celular ao volante.

Chamou a atenção dos agentes o fato de que todos os perfis de motorista foram visualizados cometendo a infração: homens, mulheres, jovens e até muitos idosos usavam o celular e dirigiam ao mesmo tempo. Muitos deles eram motoristas de veículos pesados (carga), o que aumenta a gravidade dos possíveis danos em caso de acidente.
Somente do início do ano até agora, já foram lavradas 2.759 autuações para motoristas manuseando o aparelho celular enquanto dirigem em rodovias federais de Santa Catarina. O número é 71% acima do registrado no mesmo período do ano passado.

Mexer no celular enquanto dirige deixa o motorista desatento e com reações mais lentas. Ele também tem mais dificuldade em manter a velocidade adequada e a distância segura do veículo à frente. A 80km/h, o motorista que desviar o olhar para o celular por apenas cinco segundos percorre “às cegas” uma distância equivalente a um campo de futebol inteiro.



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif