Polícia Civil deflagra Operação Candelabro

Três homens suspeitos de estupro são presos preventivamente

ea59047c468436b2c5ec5be394275b01.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO

Na manhã desta quinta-feira (27), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, Mulher e Idoso (DPCami), da Divisão de Investigação Criminal (DIC), e da Delegacia da Comarca (DPCo) de Palhoça, além da delegacia de Polícia de Santo Amaro da Imperatriz, deflagrou a Operação Candelabro, com a prisão preventiva de três homens, com 19, 21 e 35 anos de idade, suspeitos de estupro.

Há aproximadamente seis meses, a DPCami de Palhoça instaurou inquérito policial para apurar um delito de estupro ocorrido na cidade. Segundo a vítima, no momento em que estava caminhando por uma rua, foi abordada por um veículo. Os ocupantes do veículo lhe ofereceram carona até sua residência, mas a levaram para um motel e praticaram o estupro. Após a prática do estupro, abandonaram a vítima às margens da BR 282, em Palhoça.

A vítima não conseguiu identificar o nome do motel, porém, durante as investigações, foram averiguadas as câmeras de segurança de vários motéis da cidade, e em um deles foi possível averiguar a entrada de um veículo, em um horário aproximado àquele indicado pela vítima, com as mesmas características repassadas por ela. 

Além disso, através das câmeras de segurança da BR-282 foi possível averiguar o trajeto do veículo utilizado no crime. E com verificação da placa do veículo, foi identificado o proprietário. 

Na sequência das investigações, todos os ocupantes que estavam no veículo na data do crime foram identificados. A vítima o reconheceu os suspeitos através de fotografias. Durante o interrogatório, os três permaneceram em silêncio.

Apesar da prisão de todos os suspeitos nesta quinta-feira (27), as investigações ainda estão em andamento e o inquérito policial será encaminhado ao poder Judiciário devidamente concluído nos próximos dias.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif