Descubra Palhoça - Edição 800

Como tudo começou – Loteamento Pagani

 

Muita gente em Palhoça não acreditou no novo loteamento, quando a Jotas Empreendimentos Imobiliários e a empresa Vende Casa deram início à construção da avenida Atílio Pedro Pagani, em 1997, ano em que as máquinas começaram a transformar o terreno da família Pagani em um loteamento.

José Bittencourt Furtado, um dos sócios da Jotas, diz que, para assegurar o sucesso, o empreendimento foi dividido em duas etapas: uma residencial, com 588 terrenos, e outra comercial, com 604 lotes.

O loteamento Pagani também deu início a uma nova era na legalização de loteamentos no município, que até então eram feitos sem qualquer infraestrutura, como calçamento, luz, água, meio-fio, calçadas, etc.

A ida da sede da Prefeitura e da Câmara de Vereadores para o loteamento deu o pontapé inicial que o empreendimento precisava. A partir de 2005, o loteamento foi pouco a pouco se transformando, até que, em 2009, tapumes deram o sinal da transformação total do lugar, com o início da construção do primeiro shopping center de Palhoça, o ViaCatarina, inaugurado em maio de 2010. 

O investimento de R$ 60 milhões feito pelo Grupo Vende Casa contemplava ainda o antigo hotal Slaviero, atual Firenze Business Hotel, com 189 apartamentos. Também anexo ao shopping, a rede de supermercados Giassi instalou uma unidade.

A vinda do shopping trouxe a credibilidade que a Jotas e a Vende Casa buscavam. Construtoras como Killar, Cota, Álamo, Habitatus, Zili, RDO, Zul, entre outras, começaram a investir no loteamento, que hoje é um dos mais prósperos e bem estruturados bairros do município de Palhoça, podendo-se dizer que o loteamento Pagani se transformou numa cidade dentro de nossa cidade, um segundo centro. 

Matéria por: Portal da Ilha



Publicado em 15/07/2021 - por Carol Farias

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg