f8cd4f6b92c2fc70f0e82ac7e1a42880.jpg Vacinação em SC: estado ultrapassa 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo

1069b9477a3a0d2f867498dc62b62e0e.jpeg Campanha quer melhorar autoestima de mulheres em situação de vulnerabilidade

5f9a9fdb32314194b4a64723f76fca64.jpeg Membros da comunidade se mobilizam para preservar vegetação na Pedra do Urubu

de47197475943f65b8890285981920fa.PNG Inspirada por Nelson Rodrigues, escritora de Palhoça lança livro de contos

c64875ae6408469efef36af9aa564775.jpeg ViaCatarina recebe mais uma edição da Feira do Artesanato

9570bba7c4646e5c724a73492d325f77.jpeg Produzido em Palhoça, EP de estreia de Yaju está disponível nas principais plataformas digitais

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

06dcb5028c047a5c6a4971990792762d.jpeg Halterofilismo: Rogério Anderle é campeão no Sul-Brasileiro 2021

b056d29d794b5e1bd70c65f106382a3b.jpg Governador Carlos Moisés abre a 60ª edição dos Jasc e destaca investimentos históricos no esporte

Casal é preso acusado de abusos durante rituais

Operação Capa Preta foi deflagrada pela Polícia Civil em Palhoça esta semana

030879be8b8b6bd08c5f0bad06c6a10a.jpeg Foto: DIVULGAÇÃO / PC.SC

A Delegacia de Proteção a Crianças, Adolescentes, Mulheres e Idosos (DPCami) de Palhoça cumpriu dois mandados de prisão temporária na última segunda-feira (24). Na chamada “Operação Capa Preta”, os agentes prenderam um casal suspeito de abusar sexualmente de mulheres durante rituais que supostamente seriam espiritualistas.

Para efetuar a prisão, partindo das denúncias dos crimes, instaurou-se inquérito policial, iniciou-se as investigações e a colheita de depoimento das vítimas. De acordo com os relatos, o casal que foi preso agia na própria casa, em Palhoça, para aliciar e violentar mulheres. 

Mas o caso foi além das questões que permeiam o abuso. De acordo com relatos, os dois presos alegam que recebiam influências espirituais. Ele afirma agir sob influência espiritual de uma entidade chamada “Capa Preta”, sob o comando e autorização da esposa, chamada pelo nome “Cambona”.

Segundo nota policial, algumas vítimas relataram o uso de violência para a prática dos abusos sexuais, bem como ameaças do tipo: ”se você não deixar fazer isso, a entidade irá desgraçar sua vida”.

Até o momento, apurou-se que quatro mulheres com idades entre 20 e 40 anos foram vítimas do casal.

Após a ação policial, o casal segue preso. Com isso, ambos estão sendo investigados pelos crimes de violação sexual mediante fraude e estupro.


O método dos acusados
Conforme informações policiais, algumas vítimas relataram que o casal tinha uma metodologia para agir: com o pretexto da prática religiosa, as vítimas eram atraídas para residência onde ocorriam os assédios. Lá, o casal oferecia jantares regados a bebidas alcoólicas. 

Após as refeições, eram realizados atendimentos e a prática conhecida como “banho de descarrego”, em que as mulheres eram convencidas por “Cambona” a entrarem no banheiro nuas. Após o banho, é dito que as vítimas eram abusadas pelo suspeito, influenciado pela entidade “Capa Preta”.


Polícia acredita que possa haver mais vítimas
O caso começou a ser investigado em abril, quando houve a primeira denúncia e, mesmo com as prisões recentes, as investigações continuam. 

Nessa linha, a Polícia Civil ainda está apurando detalhes do caso e acredita que mais mulheres possam ter sofrido com os abusos do casal.  

Além disso, segundo nota policial, “foram realizadas buscas no local onde os rituais aconteciam com o intuito de angariar mais provas quanto aos delitos em investigação”.

A Polícia Civil orienta para, caso alguém tenha sofrido algum assédio, que compareça na DPCAMI-Palhoça, para efetuar denúncia. 

Os crimes também podem ser denunciados por meio dos canais disponíveis para denúncias: Disque 100 e 181, acesso a delegacia virtual (www.pc.sc.gov.br) e pelo WhatsApp (48) 9 8844-0011.

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg