0018acfd3a4589ba9a37dec3dfe3f847.jpg Covid-19: como fica a vacinação nesta quarta-feira (08)

5fc9fe267fd4209dc5ec0527bef52bfd.jpeg Polícia Rodoviária Federal promove doação de brinquedos

ad429bfc43c61bfcd1caca1612b59100.jpeg Encontro virtual sobre mudanças climáticas e sociais ocorre nesta terça (7)

69e772c5808f26b5e49e0f2b22975e57.jpg Secretaria de Saúde reforça importância da aplicação da dose de reforço

c8c125531c8b83654f9309cecc6a2724.jpeg PRF flagra 37 motoristas dirigindo sob efeito de álcool em Palhoça

11d4d8dfbedca0fc2f3758ec2013de07.jpg Final da Copa Sênior Palhoça de Futebol é nesta terça-feira (7)

d6d50a1ca4d89a2580356c2c407d6130.jpeg Atletas da FMEC conquistam medalhas no Brasileiro de taekwondo

27e11cacd416c88131ac3f88f6e81065.jpg Copa do Mundo de Amadores contará com dois times de Palhoça

Guarda do Cubatão: Polícia procura homicida

Homem matou jovem a facadas durante evento de laço

5ba963a847d16fe0289c6dbca5220092.jpg Foto: REPRODUÇÃO

Por: Willian Schütz*

Amante dos rodeios, Rafael Gilberto de Souza Campos, de 20 anos, participava de um evento de laço na última sexta-feira (9), na servidão Francisco João de Medeiros, na Guarda do Cubatão. Em uma situação rotineira, após contestar uma marcação do bandeirinha da prova, Rafael foi surpreendido por facadas desferidas em suas costas. Por conta do ataque, o jovem faleceu. As buscas pelo autor do homicídio seguem.

Segundo testemunhas, o crime ocorreu por volta das 23h30. Rafael era um dos finalistas da modalidade “força alta”. No entanto, o bandeirinha teria marcado uma “bandeira branca”, o que não garantiu bom resultado ao jovem laçador. 

Ao receber apoio dos amigos presentes, que disseram a Rafael que ele tivera um bom desempenho, o rapaz resolveu contestar a marcação. “O Rafael contestou a bandeirinha, falou que era boa a armada dele”, introduz Everaldo, uma das testemunhas oculares do ocorrido. Mas o juiz não voltou atrás na decisão. “Ele voltou, reclamou e jogou o laço no chão. Nesse momento, eu vinha laçando também e joguei a minha armada e vim chegando perto. E quando eu estava a uns 10 ou 15 metros, o cara começou a esfaquear ele”, pontua a testemunha.

O amigo da vítima também enfatiza que “Rafael não estava brigando” e não agrediu o autor do crime. “Em hipótese alguma! A primeira agressão partiu dele (do suspeito) e foram quatro facadas fatais, um crime bárbaro”, acrescenta.   

De acordo com relatos, o suspeito teria pego uma faca que carregava em sua bainha e desferiu golpes nas costas da vítima. No momento em que recebeu os golpes, Rafael ainda estava montado no cavalo. Mas, com a situação, o animal se assustou e saiu correndo. Foi quando o jovem acabou caindo. 

Alguns amigos presentes no local prontamente socorreram o jovem. Rafael foi levado de carro até o Hospital Regional de São José. Contudo, já chegou no local sem vida. Ainda assim, segundo relatos, foram feitas tentativas de reanimá-lo, mas que não surtiram efeito. 

É dito que, após o ataque, o agressor teria fugido em um carro. 

Forças policiais de Palhoça estão investigando o caso e seguem com as buscas para encontrar o autor do homicídio. Uma foto do acusado circula nas redes sociais em perfis palhocenses. 

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg