Temporada de verão: Bombeiros preveem desafios

Vítima do afogamento de sábado (17) mora na Guarda do Embaú e apresentava quadro estável quando foi resgatada

fcea86bf28d338b737e974426de0e69c.png Foto: Reprodução Instagram Palhocense

Por: Sofia Mayer*

Com a temporada de verão chegando, alertas sobre os cuidados nas águas do Sul de Palhoça crescem. A discussão se intensificou depois que um homem de 27 anos foi arrastado na praia da Guarda do Embaú, no sábado (17), ao se jogar do costão. Na ocasião, equipes do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), em parceria com o Grupo de Resposta Aérea de Urgência (Grau/Samu), foram mobilizadas. A vítima passa bem.

Segundo a 2ª Companhia do 10° Batalhão de Bombeiros Militar, sediada em Palhoça, a tendência é a de que a próxima temporada de verão seja marcada por mais ocorrências semelhantes, principalmente por conta das obras de “engordamento” da margem do Rio da Madre, na Guarda de Embaú. “Com a dragagem, o rio ficou com uma profundidade maior”, explica o comandante Marcelo Della Giustina. Os trabalhos, segundo a Prefeitura, aconteceram para dar segurança aos moradores após ressacas sucessivas.

O comandante lembra que os riscos na região vão além das situações de afogamento, se estendendo também a possíveis quedas dos costões e fraturas em trilhas. “Com isso, esperamos, sim, ser uma temporada bem difícil naquela praia”, afirma. 

O Corpo de Bombeiros garante que está trabalhando para que seja possível manter ou até mesmo melhorar o nível do trabalho oferecido à comunidade e aos turistas. “Construímos um novo posto de guarda-vidas, devido tanto às mudanças causadas pelas ressacas, como à queda de dois postos de guarda-vidas, sendo um pela ressaca e outro pelo ciclone-bomba”, revela o comandante. 


Treinamentos
A Operação Veraneio começou no dia 10 de outubro para os bombeiros. “Já ativamos os serviços na Guarda do Embaú e também na Ponta do Papagaio nos finais de semana”, informa o comandante.

Ele conta que o curso de formação de guarda-vidas teve início na última semana, com um período de adaptação, e, nesta segunda-feira (19), a formação profissional propriamente dita começou. Ao total, serão cerca de 80 profissionais atuando nas praias do município.


Caso de afogamento
A vítima do afogamento de sábado (17) mora na Guarda do Embaú e apresentava quadro estável quando foi resgatada. O helicóptero Arcanjo-01 precisou ser acionado, no início da manhã, pela Central de Operações Bombeiro Militar (Cobom). Ao chegar ao local, a equipe encontrou o homem em alto mar, com o apoio de surfistas. Para o resgate com a aeronave, foi utilizada a técnica de sling, permitindo que a vítima e o resgatista fossem içados por um cabo até local seguro.

* Sob a supervisão de Alexandre Bonfim

 

Quer participar do grupo de WhatsApp do Palhocense?

Clique no link de acesso!



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg