Guarda do Embaú realiza oficina sobre saneamento

Foi o segundo de três encontros que vão definir o modelo que a comunidade pretende adotar para a localidade

43f898e7cf2b4e6deaf223d6089b9c20.jpg Foto: MARCOS GUNGEL/DIVULGAÇÃO

Mais de 50 pessoas participaram da segunda oficina para a "construção coletiva de uma solução para o esgoto" da Guarda do Embaú, na noite de terça-feira (26), no salão paroquial da comunidade. As oficinas comunitárias são uma iniciativa do Comitê Gestor Local da nona Reserva Mundial de Surfe (RMS), e são coordenadas voluntariamente pelo engenheiro sanitarista Lucas Arruda.

Com o tema “Alternativas tecnológicas”, o engenheiro mostrou as possibilidades que a comunidade tem para a escolha do modelo a ser adotado, desde a utilização de banheiro seco individual até a mais alta tecnologia em estação de tratamento de esgoto coletivo (ETE).

Nesta segunda oficina, foi concluída a parte expositiva, onde os principais conceitos técnicos e ambientais foram apresentados. “Já fizemos um exercício de construção do cenário desejado. A comunidade está muito presente e participando ativamente e estou convicto de que sairemos da última etapa com um modelo de saneamento adequado para a Guarda do Embaú, e mais importante, pensado pela comunidade”, disse Arruda.

A próxima e última etapa será realizada no dia 2 de abril, às 19h30, no salão paroquial da comunidade, com o tema: “Definição coletiva da solução”.



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: MARCOS GUNGEL/DIVULGAÇÃO MARCOS GUNGEL/DIVULGAÇÃO
Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif