Boca Maldita - Edição 763

síndrome das pesquisas furadas


É tanta pesquisa furada feita por enquete pela internet, que os próprios candidatos a prefeito acabam acreditando na própria mentira. Isso me lembra de um amigo que eu tinha lá nos anos 1970, que era tão mentiroso, mas tão mentiroso, que começava a mentir na segunda-feira, dizendo que no final de semana seguinte haveria grande festa na igreja da Cova Funda, e no sábado à noite, ele era o primeiro a chegar à dita festa, que existia somente na cabeça dele!
Fazer uma pesquisa séria ficou quase impossível, já que os candidatos (a maioria, pelo menos), se não estiverem à frente nas pesquisas, acabam alegando que ela é comprada. Só para lembrar: o jornal Palhocense faz parte da história de Palhoça há 30 anos, fazendo jornalismo sério e comprometido com o município. Nossa bandeira é a de Palhoça, e não a de uma ou outra candidatura. 


Prorrogação de contratos dos ACTs
O prefeito Camilo Martins encaminhou à Procuradoria Geral do Município uma consulta jurídica para validação da prorrogação dos contratos de ACTs de 2020 para 2021. Diante da situação da pandemia, a realização das provas se torna inviável, já que, todos os anos, um alto número de candidatos participa do processo seletivo. 


Os perrengues da campanha
Sabe-se que é difícil, pra não dizer impossível, um candidato a prefeito em Palhoça sair da campanha eleitoral sem cicatrizes e arranhões. A campanha eleitoral de 2020 não é diferente!
- O candidato do PSL, Ivon de Souza, até tentou ficar longe das polêmicas, mas o fantasma da eleição de 2012 voltou a assombrá-lo depois que o blog do jornalista Marcos Schettini ressuscitou um vídeo daquela eleição. Ivon conseguiu, na Justiça, retirar a postagem do contexto eleitoral de 2020, emplacando-a como fake news.
- O candidato do Patriota, Jean Negão, de cara teve que botar a mão no nariz ao se referir ao município. Na verdade, quase deu “eme...”, com três pontinhos mesmo, o registro da nominata dos vereadores do Patriota. Depois de ser impugnada, Jean conseguiu limpar a cagada, tendo os vereadores de seu partido, assim como ele, aptos a disputar as eleições para a Câmara de Vereadores; e ele, para a Prefeitura.
- O candidato do PL, Sérgio Guimarães, andou tendo que explicar sua relação de namoro com o município de Governador Celso Ramos, no que se refere a notícia de superfaturamento de serviços de sanitização para o controle do coronavírus prestados para aquela Prefeitura. Sérgio Guimarães fez questão de frisar: “Estou muito tranquilo em relação a isso, pois essa denúncia foi arquivada pelo Ministério Público”.
- Já o candidato do PSD, Eduardo Freccia, tem sido frequentemente cobrado por seus opositores sobre o contrato de aluguel com uma empresa fornecedora de contêiner para captação de lixo. Freccia afirma que tudo não passa de fantasia dos seus opositores.
-Por enquanto, sobram três candidatos a prefeito que ainda não tiveram seus perrengues: Luciano Pereira (Avante), Jailson (PT) e Rangel (PSol).


Jotur demite 200 pelo WhatsApp


Não foram só os comitês de campanha dos nossos candidatos que agitaram o município de Palhoça nesta semana. O outro “agito” - triste, mesmo assim, agito - movimentou cerca de 200 trabalhadores demitidos, entre motoristas, cobradores e pessoal da manutenção (garagem), da empresa Jotur, que organizaram uma comissão e protestaram junto à Prefeitura e à Câmara de Vereadores (foto). 
A comissão não concorda com as demissões. Segundo os trabalhadores, as demissões foram arbitrárias. O que mais entristeceu os demitidos é que foram comunicados da demissão através do aplicativo WhatsApp, na sexta-feira (23).  
Essa comissão tem a intenção de conversar com o prefeito Camilo Martins, para tentar a reversão das demissões. “Pedimos desde já a mobilização da sociedade e dos trabalhadores para se posicionarem contra as demissões dos pais de família”, pedem.


O que Dizem e Eu Não Afirmo...
QUE tem candidato a prefeito copiando ideias do PSol de Palhoça. “Copiem à vontade, só peço duas coisas: citem a fonte e cumpram a promessa se forem eleitos. Hoje, um candidato citou textualmente uma proposta nossa. Não vou citar o nome pra não dar moral”. Quem será o copiador? Será que vai cumprir a promessa mesmo? Isso mostra que o PSol está menos radical ou que os “centrões” estão menos “centrões”?
QUE um deputado estadual amigo meu tem certeza de que o governador afastado Carlos Moisés se safa do impeachment. Diz que sua maior aliada é a própria vice-governadora, que, segundo ele, consegue ser pior do que Moisés! Será?!
QUE a Unisul e a Prefeitura estudam a abertura de um hospital em Palhoça. Será que é promessa de campanha?! 



Publicado em 29/10/2020 - por Joao Jose da Silva

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg