Cartão Rosa - Edição 761

Outubro é o mês de levantarmos a bandeira da conscientização sobre câncer de mama. Esta coluna cor-de-rosa não poderia ficar de fora, e quero aqui, a cada semana, mostrar uma mulher empoderada que leva a sério a saúde, a prevenção e o amor próprio. A linda Michelli da Silva Macedo me mandou esta semana: “Mulheres, cuidem-se, porque prevenção é a maior arma nesta batalha! Quem se ama se previne! O diagnóstico precoce aumenta 95% a chance de cura”. Ela está coberta de razão!


Separação mal resolvida
Este negócio de relacionamento entre homem e mulher, às vezes, é meio complicado. E quando o amor acaba, é cada um pro seu lado e ponto final. No carro, quando uma peça estraga, é só trocar. Mas gente é diferente, não funciona assim. E foi o que aconteceu com um casal, numa separação mal resolvida que acabou no maior bafafá, em uma rua residencial na cidade de Içara, no sul do estado, e que está dando o que falar nas redes sociais. A ex-esposa abandonou o marido, que acabou achando outra companheira. A ex, muito arrependida, passou a assediar a atual patroa. Pra concluir, esse triângulo se tornou um bafão em plena rua, na terça-feira (6), com direito a tapas, cintadas, gritaria e banho de tinta, até a intervenção da PM. Cenas que estão viralizando na internet. Se a moda pega por aqui, vão faltar cintos e tintas!


Um bom nome
O Figueirense tem duas novidades para o setor ofensivo, que anda carente no time. Os jogadores Alecsandro e Felix Micolta reforçam o Alvinegro na sequência da Série B do Brasileirão. Dos dois, o mais famoso é Alecsandro, o "Alecgol", filho do Lela, ex-jogador do Coritiba nos anos 1980 e irmão do volante Richarlyson, que dizem ser um rapaz alegre. Alecgol começou sua carreira nas categorias de base do Vitória-BA e possui um currículo invejável. Já defendeu Flamengo, Vasco, Cruzeiro, Atlético-MG, Internacional e ultimamente vestia a camisa do CSA. Tempos atrás, Alecsandro era bastante cobiçado por diversos clubes. Um bom nome para o grupo de Elano, que pediu a sua contratação. 


Resolver o abacaxi
No conceito deste velho escriba, Alecsandro é um bom jogador, com uma vasta bagagem no futebol brasileiro e até mesmo mundial. Agora, será que ele vai resolver o abacaxi de um time que tem marcado bem poucos gols até aqui? Pode até ser, mas primeiro o torcedor alvinegro tem que ficar atento pra saber se este jogador, aos 39 anos, como outros tantos nessa faixa etária que já passaram por aqui, não prefere um par de Havaianas ao invés de chuteiras. Por aqui, o que não falta é praia, e a noite de Florianópolis é uma verdadeira criança.


Ironia do destino
Por ironia do destino, o Figueirense foi a São Luiz, no Maranhão, para cumprir o jogo atrasado da quarta rodada desta Série B, e em meio aos 11 desfalques por causa da Covid-19, os maranhenses jogaram melhor e golearam o Alvinegro catarinense por 3x0. Enquanto o Sampaio Corrêa buscava ser dominante na partida, o Figueirense tentava a todo instante acionar o estreante atacante Alecsandro. O placar só não foi maior porque o travessão salvou o Figueira por duas vezes.


Salvando seu time
O CSA veio a Florianópolis e deu muito trabalho ao time avaiano, que se salvou de uma derrota graças ao oportunismo de Getúlio, que marcou de "peixinho", aos 39 minutos do segundo tempo. O resultado de 1x1 retratou o equilíbrio entre os dois times. Foi um jogo onde o que mais se viu foi a correria de ambas as equipes, com uma aglomeração de jogadores cada vez que uma equipe ficava com a bola nos pés. E nessa correria, tanto o Avaí quanto o CSA procuravam desarmar para depois articular as jogadas, deixando a parte técnica de lado, apresentando um futebol sem expressividade, típico de Série B. O goleiro Matheus Mendes foi o grande destaque do CSA, salvando seu time de uma derrota.


Nervos à flor da pele
Este time atual do Flamengo, nas mãos de Domènec, tem deixado os torcedores rubro-negros com os nervos à flor da pele. O atacante Pedro, em noite iluminada, salvou o Mengão de um grande tropeço contra o Goiás, que é o lanterna deste Brasileirão. Pedro e o goleiro Hugo foram as duas peças mais importantes do time, que não jogou bem e sofreu para vencer um dos piores times deste campeonato. O Flamengo, verdade seja dita, não merecia a vitória. Mas o que importa para o torcedor é que o time chegou. Mas, se não fosse Pedro...


Mostrou maturidade
A Seleção Brasileira começou bem a sua trajetória nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Antes de mais nada, é preciso descontar a imensa fragilidade da seleção da Bolívia, que foi goleada por 5x0. Já frágil por natureza, a seleção boliviana veio a São Paulo sem vários titulares. Já contra o Peru, o Brasil levou alguns sustos, mas contou com Neymar, que se encontrava em noite inspirada, para bater a seleção peruana de virada, em Lima. Nossa Seleção mostrou maturidade: esteve atrás no placar por duas vezes e mesmo assim manteve o equilíbrio emocional para impor uma melhor técnica e sair de Lima com mais uma vitória. O destaque foi o polêmico, porém ótimo, Neymar.


DROPS DA ARQUIBANCADA
Fazer futebol por aqui não está sendo uma tarefa fácil para quem comanda seus clubes. O torcedor sente saudades de um tempo não muito distante, onde tinha Paulo Prisco Paraíso de um lado e João Nilson Zunino do outro. Dois bons e raros administradores, que não se encontra mais.
O narrador esportivo Luiz Augusto Alano está comandando algumas transmissões de jogos na Copa Libertadores. Catarinense, da cidade de Tubarão, Luiz Alano é o primeiro negro a narrar uma Libertadores em rede nacional na TV aberta. E que tenha muito sucesso!
O Figueirense está movendo uma ação querendo ressarcimento por atos ilegais praticados pela Elephant, o que eu acho muito justo. Mas, por entender um pouco da nossa Justiça, acho melhor eles pedirem um banquinho pra sentar. Porque de pé, vão cansar.
Umberto Louzer foi contratado pela Chapecoense em fevereiro. Desde então, já foi campeão estadual e o clube está na terceira posição da tabela na Série B. A mídia esportiva mineira está anunciando a sua ida para o Cruzeiro. Umberto Louzer irá fazer muita falta na Chapecoense.


Cartão rosa/vermelho
Cartão Rosa para todos os professores e professoras, que comemoram o seu dia nesta quinta-feira (15). A carreira de um profissional da educação é de suma importância em nossas vidas. Quem segue essa carreira sabe que está apto não só a ensinar, mas também a inspirar e a transformar vidas. Parabéns a todos vocês, professores e professoras!

CARTÃO VERMELHO para certos energúmenos, que, por falta de consciência e cidadania, utilizam as ruas da Nova Palhoça como depósito de lixo. Quem passa por lá presencia imagens desanimadoras, por conta da quantidade de lixo depositado a céu aberto. E tudo isso acontecendo por culpa destes tapados, que, depois, ainda possuem a cara de pau de reclamar de nossos políticos. Criem vergonha na cara!


Pensamento do Bambi
O preço do arroz está assustando mais do que o coronavírus



Publicado em 15/10/2020 - por Margarida Clésio Moreira dos Santos

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg