Coluna do Edmilson - 626

Faz falta

Passou mais uma verão e o Planeta Atlântida, o maior festival de música de Floripa, mostra o quanto esse evento era importante para o entretenimento do Estado. Ainda sinto um vazio no calendário da temporada e até agora nada veio para substituir o projeto. Quem deve estar sentindo mesmo são os artistas locais, que não ganharam mais espaço em nível nacional. Entre elas Dazaranha, Iriê, John Bala Jones e até a palhocense Combat. Todas elas, através do Planeta Atlântida, conseguiram sair de Santa Catarina e conquistar admiradores em outros estados brasileiros. Hoje, vejo artistas como "Reis do Nada", galera que vem quente e com muitas qualidades, que precisavam apenas de um evento como o Planeta Atlântida para ter visibilidade. 

 

 

A Quarta-Feira de Cinzas estreou com a notícia mais gostosa: a linda Nalu Kasmierski está de volta ao Bella da Semana (www.belladasemana.com.br) com a terceira e última parte de um ensaio que deixou os brasileiros apaixonados! A modelo mora em Palhoça e é uma das queridinhas do site

 

Já vi esse filme

Em primeiro lugar, não estou aqui desmerecendo o trabalho de ninguém. Pelo contrário! Gostaria de parabenizar quem ainda manteve os seus projetos. Mas, neste Carnaval, notei como caiu o nível do público das festas open bar e open food. A pioneira Feijoada do Cacau, que antes era a festa mais desejada do Carnaval, não é mais a mesma. Não estou falando da estrutura, e sim da elite que sumiu da maior feijoada do Brasil. A Peixada do Gui, que virou, na verdade, um mix de atrações, foi a última que soube inovar, mas o seu público também não é dos melhores. Isso porque oferta um grande número de camisas. Eu já passei por isso. A Feijoada do Negão também teve seu início, meio e fim. Por enquanto, essas ainda estão no meio, mas já cheirando o fim. 


O índio chora

Infelizmente a Nação Guarani, a única escola fora da Capital, foi um desastre na passarela. Não foi por falta de vontade. Para qualquer instituição pequena e com pouco recurso é difícil competir. Mas, a escola de Palhoça também sofre por não ter uma cidade tão envolvida com as cores de sua bandeira. Do terceiro lugar do ano passado, ao último colocado deste ano, deu até pena. Outro golpe que a Nação levou foi alguns integrantes de Palhoça terem migrado para a campeã Copa Lord. Com apenas R$100 mil em convênio com a Prefeitura de Palhoça, a Nação honrou seu desfile. Mas, para o próximo ano, aconselho a diretoria a fazer melhor seu planejamento e arrecadação de fundos... ou será melhor não entrar na avenida. 


Coluna virtual

Faz alguns meses que o link deste espaço está fora da internet e os internautas estão cobrando com força total. Mas, graças a Deus, o novo site já está a caminho, com uma nova cara e com uma melhor visibilidade. Estou acompanhando de perto o projeto, que vai mudar a sua busca pelas informações de nossa cidade. Posso afirmar que o site está ficando lindo e vai me aproximar ainda mais de vocês.  


Paraíso

Durante o Carnaval, para aguentar o pique, precisei de um intervalo para recarregar as energias. Fui convidado para ir no sítio de um amigo, em Anitápolis. O que me chamou a atenção foi a mudança de clima do nosso litoral para apenas uma hora a cima na nossa Serra. Os termômetros marcaram 14 graus, enquanto isso, em Palhoça, estavam nos 28 graus. Fui do calor para o climinha de inverno, com direito lenha na lareira, marshmallow e chocolate quente. Não existe isso em nenhum lugar do mundo. Vivemos no paraíso entre as lindas atrações da Serra e o litoral mais desejado do Brasil - isso é Santa Catarina. 


Show de bola

O dono da noite de Palhoça, o proprietário da Mansão Luchi, o popular Juninho, pode comemorar. Isso porque o seu projeto de resgatar a galera da elite deu certo. No mesmo evento, o empresário conseguiu reunir as principais figuras da cidade, como o vereador Pakão, empresário Michel, Guilherme Gerent, Mauricio da MM, Fabiana Pagani, Carol Farias da Prefeitura, Ingrid Pagani e até Orildo Cabeção, entre outros rostinhos conhecidos. Foi uma mistura da galera das antigas e a nova geração que está chegando com tudo. Para mim, foi a melhor baladinha do Carnaval. Fico feliz de ver a Mansão Luchi bombando e ainda fazendo história, depois da nova reforma administrativa que deu certo. Parabéns, Mansão Luchi. 

 

 

Em primeira mão, a filha do amigo Guilherme Gerent, que completou um ano neste último sábado. Festa de princesa, para quem é filha de rei!

 

RAPIDNHAS

DUPLA: As morenas que chamaram atenção no Municipal da Raça, no P12, foram Ana Carolina e Jessica Teodoro com a fantasia de policial. Dizem que os bandidos nem chegaram perto. 

DESTAQUE: A nutricionista Cibelli Martins, na Feijoada do Cacau, ganhou um espaço no microfone da festa e mandou um recado para quatro mil participantes, dizendo o quanto ama o meu amigo Diego Martins. O tico-tico apareceu, de certa, mais tarde!

SÓ DEU ELE: O empresário Odair, da Force Academia, foi o destaque da Mansão Luchi. Vestido de mulher, ele colocou o Pablo Vittar no bolso. 

FORTE: Um dos políticos mais assediados na Nego Querido foi o pai do prefeito Camilo, Nazareno Martins. A mídia da capital só queria saber desse tal nome que vem sendo ventilando nos bastidores. 

CONVITE: Tem um amigo da galera que ainda não sabe que a Ingrid Pagani está namorando, e teve a cara de pau de mandar um convite para assistir ao filme "50 Tons de Cinza" no cinema. 

YOUTUBER: Lembra do menino Vitor Liberato, que já falei diversas vezes na coluna? O moleque está voando baixo. Além de fazer propaganda pra LG, adquiriu um Mercedes top de linha, para o orgulho da Veronica Liberato. 

ACERTOU: O jornalista da velha guarda Baby Espíndola, que vem se aperfeiçoando com as mídias digitais, acertou em cheio quando abordou o assunto mais polêmico da praça XV de Floripa. 

DE PALHOÇA: Foi um sucesso o vídeo que girou no WhatsApp, da mulher fazendo topless em cima de um muro, durante o Bloco do Sujo. Aqui em Palhoça, só vi isso na antiga casa de praia do Winicius Scharf. 

CASA AÇORIANA:  A cozinha da Casa Açoriana, no Shopping ViaCatarina, continua muito criativa. A cada dia, pratos diferenciados com o melhor preço de Palhoça.  

COSTELARIA: Foram um sucesso os dias de Carnaval na Costelaria Ponta D´Agulha. Enquanto os promotores do Passeio Pedra Branca deixam a desejar, o proprietário, Mario, mostra como se faz promoção para atrair clientes. 

COMPROVADO: Aqui do ladinho de casa, no Passeio Pedra Branca, o Temakin vem lotando o calçadão, mostrando que está ocupando o primeiro lugar da cidade novamente. 



Publicado em 15/02/2018 - por Palhocense

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • Banner-310x260.gif