Editorial - Edição 760

Cidade com mais de 170 mil moradores contrata prefeito. Currículos podem ser anunciados até o dia 14 de novembro. As vantagens da vaga, todos sabem, mas aqui vamos falar da pressão que ela exige. Sobre os ombros do contratado, a partir de janeiro de 2021, pesará a missão de reacelerar uma cidade que, assim como todas as outras, se viu diante de uma pandemia paralisante.
A saúde da população precisará continuar recebendo cuidados especiais, mas a economia, no período pós-coronacrise, vai precisar de muita atenção. Por isso, nesta semana, aqui em nossas páginas, abrimos espaço para que os sete candidatos à vaga número 1 de Palhoça possam dizer o que pensam e como pretendem gerar renda e oportunidade.
É verdade que o município representa apenas uma engrenagem diante de toda a complexidade da máquina econômica. Globalizados, estamos sempre com um olho no real e outro no dólar. Mas, políticas públicas de desburocratização, por exemplo, podem representar a vinda de novas empresas.
Precisamos respirar, e para isso, esperamos do novo contratado cautela, pulso firme e disposição para cortar privilégios na carne da máquina pública. É uma questão de conhecimento, mas muito mais de atitude e coragem. Qual dos sete é o mais preparado? Responda no dia 15 de novembro. 

 



Publicado em 08/10/2020 - por Palhocense

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg