TransformAção - Edição 713

Você também pode se transformar
Olá queridos leitores incentivadores do Projeto TransformAção. Esta semana iniciamos nosso segundo mês do projeto e o nosso menino Orildo está arrasando com o empenho de sua mudança de vida.
Para quem ainda não conhece o projeto, vou explicar como funciona: Eu, Grazi Prates - master coach de emagrecimento e saúde integrativa sistêmica - fui convidada pelo jornalista Alexandre Bonfim, do jornal Palhocense, para ser a tutora de um lindo Projeto de TransformAção - mudança de vida e emagrecimento. 
Formamos então uma superequipe composta pelas seguintes áreas profissionais: coach de emagrecimento, parapsicóloga, nutricionista e personal trainer e escolhemos o sortudo para ser assessorado por nós. O escolhido foi o fotógrafo e colunista Orildo Silveira, conhecido também como Cabeção.
Nosso projeto tem um prazo de dois meses, e, nesta semana, já entramos no segundo mês. O Orildo tem se empenhado bastante para mudar seus hábitos. Não é fácil, pois são atitudes que já estão instaladas em seu subconsciente há anos, e para mudar isso requer empenho e dedicação. 
O objetivo desse projeto, além de ajudarmos o Orildo a emagrecer e a ter uma melhor qualidade de vida, é incentivar outras pessoas a também mudar seu estilo de vida. O projeto está mostrando que é possível, sim, emagrecer sem ter que passar fome, sem ter que se privar das coisas que gosta, sem dor e sem sofrimento. 
Toda transformação externa deve começar primeiro internamente, mudando-se padrões e comportamentos que nos levam a estarmos insatisfeitos com os resultados que estamos tendo. 
O emagrecimento vai muito além de dietas e treinos. Certamente o caminho para o emagrecimento é cuidar da alimentação e fazer atividade física regularmente, mas precisamos estar trabalhando também com a nossa mente em conjunto com essa mudança, pois se não reprogramarmos nosso cérebro para estar alinhado com os nossos objetivos, em pouco tempo voltaremos ao antigo padrão e voltamos a engordar.
Para que o emagrecimento seja eficaz e duradouro, precisamos ter o domínio sobre a nossa mente e sobre as nossas emoções. Caso contrário, nossas tentativas de emagrecimento serão sempre um fracasso.
Além disso, é muito importante que tenhamos pessoas à nossa volta que nos motivem, nos incentivem e nos puxem a orelha quando preciso e isso, queridos leitores e seguidores, vocês estão fazendo com o Orildo. Muita gratidão! Está sendo muito importante todo o apoio, carinho que vocês estão tendo com o Orildo. 
E você, aceita essa TransformAção? Me siga e me pergunte como é possível!
Quero pedir também que continuem incentivando o Orildo a seguir em frente e a não desistir. Se o encontrarem, tire uma foto e não esqueça de marcar a hashtag #VaiOrildo.

 


Caminhada
Estamos chegando à reta final do Projeto TransformAção com o Orildo. Por isso, na sessão de terapia desta semana abordamos algumas crenças, que poderiam, após o término do projeto, impedi-lo de continuar firme no caminho da saúde física e mental. Dessa forma, foi reforçada nele a consciência de que ele é o agente da mudança, e que nós, profissionais, somos apoiadores e motivadores no seu processo de transformação.
Eu acredito que todos são capazes de realizar grandes transformações em suas vidas, basta dar o primeiro passo e continuar sempre caminhando..

@marylicigoulart

 


Vamos nos movimentar?
Chegando ao último mês do projeto, apertamos as cobranças e a resposta do Orildo, nas atividades na academia, está sendo muito boa. Estamos trabalhando todas as semanas cinco dias e com intensidade de treino maior. Na próxima semana iniciaremos seis treinos na semana. O resultado de balança está legal. Mas o mais interessante está sendo a evolução nas medidas. O caminho não é fácil, já sabemos, mas estamos chegando ao objetivo. Deixo aqui uma dica a todos: nunca é tarde para começar uma vida saudável e em movimento. Então, movimente-se!

@biofittacademia.

 


Atenção ao ato de comer
O momento de se alimentar deve ser intencional, ou seja, o comer consciente é se concentrar, olhar, sentir e prestar atenção na textura, sabor e temperatura da comida. Quando você come uma refeição de forma consciente, o seu corpo se conecta, você desenvolve a capacidade de reconhecer a própria fome, conseguindo entender se está com fome fisiológica ou apenas com vontade de comer algo. Na última consulta com o Orildo, trabalhamos o ato de comer devagar, mastigar bem os alimentos e ingerir líquidos vagarosamente a fim de trazer mais saciedade e prazer. Fazendo isso, aumentamos o nosso tempo de refeição, visto que, ao demorar de 20 a 30 minutos para nos alimentarmos, é tempo suficiente para que o corpo consiga equilibrar os níveis hormonais de leptina e grelina, que possuem importante papel no controle do peso corporal. Comer de forma consciente pode te ajudar a reprogramar o cérebro para saber diferenciar a fome física genuína da fome emocional. Isso proporciona uma melhor relação com a comida, evitando distúrbios alimentares, além de ajudar a se sentir melhor sobre seu corpo, diminuir a ingestão alimentar desnecessária, evitar o ganho de peso e reduzir seu percentual de gordura. O Orildo está mais consciente, prestando mais atenção nos sabores e na textura dos alimentos, reduzindo cada vez mais as quantidades das refeições por sentir-se mais saciado. Faça igual ao Orildo! Coma com atenção plena!

@nutri_lucianacastanha



Publicado em 31/10/2019 - por TransformAção

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo


Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg