Associativismo ganha força no combate à pandemia

Setor produtivo considera uma conquista o fato do governo de SC incorporar em seus protocolos para atuação dos setores econômicos o conceito de cadeia produtiva, proposto pela Fiesc

a97337730cc8ed78ebe830f30c1d53a4.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

O enfrentamento da pandemia de coronavírus voltou a evidenciar a importância do associativismo empresarial, tanto para a defesa do setor industrial, quanto para contribuir com os grandes desafios da sociedade. A avaliação é do presidente da Federação das Indústrias de SC (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar, que tem realizado reuniões diárias com representantes do poder público, para apresentar as propostas e demandas do setor, e da indústria, para prestar contas dos trabalhos das entidades da Fiesc e buscar subsídios para os posicionamentos da instituição.

Ele exemplifica com as diversas frentes de atuação das entidades da Fiesc. De um lado, a federação defendeu a implantação de protocolos seguros para a retomada de atividades econômicas, buscando preservar vidas e, ao mesmo tempo, evitando o agravamento do já crítico cenário posto para empresas e trabalhadores com a crise. Nesse sentido, a proposta feita pela Fiesc ao governo do estado, para que a avaliação das atividades fosse feita dentro do conceito de cadeia produtiva foi fundamental, pois evitou que, por exemplo, uma construtora fosse obrigada a parar suas atividades por falta de insumos decorrentes de uma loja de materiais de construção fechada. “O governo foi sensível à proposta, que beneficiou todos os catarinenses”, diz Aguiar.

De outro lado, Sesi e Senai, entidades da Fiesc, têm colaborado com o enfrentamento do coronavírus, por meio de iniciativas como o conserto de respiradores, especificação técnica para produção de equipamentos de proteção, além de serviços de saúde fundamentais neste momento. “Outro exemplo da colaboração do setor empresarial é o Fundo Fera-SC, que já arrecadou mais de R$ 2 milhões”, informa Aguiar, destacando ainda o papel do Observatório Fiesc, que centraliza as informações e ações da Federação, inclusive por meio de uma central de suporte à indústria, que esclarece dúvidas em áreas como a trabalhista e jurídica. Clique aqui e acesse o site do Observatório


Quer participar do grupo do Palhocense no WhatsApp?
Clique no link de acesso!
 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg