Coronavírus: governo agiliza repatriação

Mãe e filha isoladas em Wuhan devem chegar ao Brasil no sábado (8), mas passam por um período de quarentena antes de voltar a Palhoça

044fd5b544442695dd902d8836d84f80.jpg Foto: DIVULGAÇÃO

O Ministério da Saúde decidiu reconhecer a emergência sanitária internacional do coronavírus e elevar o nível da resposta brasileira para Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional, mesmo sem nenhum caso confirmado de coronavírus no Brasil. O governo federal encaminha um Projeto de Lei ao Congresso Nacional para dar celeridade ao processo de repatriação dos brasileiros em Wuhan, na China, que demonstraram intenção de retornar ao Brasil. Para a felicidade do morador da Pedra Branca Pablo Lassalle, que vem lutando para trazer de volta ao Brasil a esposa, a chinesa Hui Zhang, e a filha Isabela, de um ano e meio de idade, que estão em Wuhan, epicentro do surto de coronavírus.

Segundo boletim divulgado nesta quarta-feira (5), o Ministério da Saúde monitora 11 casos suspeitos de coronavírus em quatro estados do país: Rio de Janeiro (1), São Paulo (4), Santa Catarina (1) e Rio Grande do Sul (5). “Mesmo sem caso confirmado no país, decidimos antecipar o nível de resposta de emergência, seguindo a orientação internacional, para custear as despesas necessárias e agilizar o processo de repatriação desses brasileiros que estão em Wuhan, na China”, destacou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Antes de retornarem ao Brasil, os brasileiros que estão em Wuhan passarão por exames prévios para checagem das condições clínicas de viagem. Ao chegarem ao país, deverão permanecer em um período de quarentena. O prazo de isolamento ainda está em discussão pelo governo brasileiro, mas deve ser de 18 dias – uma margem maior em relação ao período padrão de 14 dias. “É preciso garantir que as pessoas que retornarão ao país tenham apoio médico, social e psicológico. Não podemos trazer quem esteja com febre e gripado dentro do avião, junto àqueles que não apresentam sintomas de gripe. A pessoa tem que estar em boas condições clínicas de viajar, pela segurança dele e dos outros passageiros”, informou o ministro.

Pablo aguarda com ansiedade a chegada da família. Ele conversou com uma advogada que está em Shanghai, é especialista em direito internacional e assessorou os brasileiros que desejam voltar ao país – lembrando que apenas os brasileiros que estão em Wuhan estão isolados; os outros estão liberados para voltar ao Brasil. Assim que finalizado, o plano oficial do governo para o resgate dos brasileiros é avaliado pelo governo chinês antes da liberação da viagem.

O morador da Pedra Branca informa que o avião fretado já deixou o país e está a caminho da China. Hui Zhang e Isabela devem chegar ao Brasil no sábado (8). Antes do embarque, elas passam por um exame para confirmar a ausência do vírus. Na chegada ao Brasil, devem cumprir os 18 dias de quarentena em Anápolis (GO) antes de serem liberadas definitivamente para voltar a Palhoça. Muitos leitores do Palhocense se manifestaram nas redes sociais contrários ao retorno dos brasileiros ao país, por medo de contágio. Mas o Ministério da Saúde se cercou de cuidados para que isso não aconteça. “A possibilidade de contágio é muito remota, porque antes do embarque, vão passar por exames para descobrir se estão infectadas”, comenta Pablo, que vê com bons olhos o cuidado do governo e a intenção de deixar os brasileiros em quarentena na chegada ao país. “É o correto a se fazer, eu quero que elas fiquem em quarentena mesmo, o governo está 100% correto nisso. Seguindo os procedimentos de segurança, não tem chance nenhuma de contaminação no Brasil”, observa.

Pablo chegou a ficar apreensivo com as primeiras notícias da semana, porque a primeira informação era a de que só brasileiros entrariam no avião, e sua esposa é chinesa. “Demorou um pouco, fiquei um pouco apreensivo, porque vi na mídia nacional que nenhum estrangeiro entraria no avião, aí meu coração saiu pela boca. Mas consegui a resposta dizendo que as duas vão poder embarcar”, comemora, aliviado. 



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • ea73bab336bac715f3185463fd7ccc14.jpg